menu
Topo

Carreira e finanças

Sofrendo de depressão pós-férias? Veja dicas para sair dessa bem rapidinho

Getty Images
Imagem: Getty Images

Claudia Dias

Colaboração para o UOL

08/01/2018 04h00

A gente sabe que não é nada fácil voltar à rotina depois de dias de sombra e água fresca longe do ambiente de trabalho. Nessas horas, a chamada depressão pós-férias não dá trela e, se descuidar, provoca mau humor, irritação, angústia, raiva e mais um tanto de sentimentos ruins.

Veja também

Se não é possível prolongar o descanso, o jeito é enfrentar a situação sem dramas. Algumas táticas ajudam a focar no lado positivo da experiência:

Cozinhe

Encare o fogão e prepare comidinhas que conheceu no passeio. "É o jeito que encontro de matar a saudade e trazer para meu dia a dia um pouquinho do que vivi nos últimos dias e do lugar em que estive", conta a consultora Gláucia de Oliveira, que sempre traz temperos dos locais visitados na mala de volta.

Escute música

Crie uma playlist com as "descobertas" sonoras. A assessora de imprensa Camila Bueno, por exemplo, guarda referências das músicas que ouve em táxis, restaurantes e ambientes diferentes que frequenta enquanto está de férias. "Faço isso para poder procurá-las no retorno, ouvir e lembrar da viagem", diz.

Imprima fotos

Em tempos de imagens digitais aos montes, vale fazer uma seleção de fotografias para guardá-las impressas. É o que faz o editor de arte Fabio Bertolozzi. "Descarrego as fotos digitais e começo a fazer uma triagem para imprimir as mais legais", conta.

Converse (muito!)

Nada melhor do que compartilhar a experiência que você viveu nos últimos dias com outras pessoas, não é mesmo? Aproveite, então, e fale bastante! "Conto sobre a viagem para os amigos até enjoar", diz a jornalista Barbara Heckler.

Pratique exercícios

A endorfina gerada pela prática de atividades físicas provoca prazer, o que ajuda a minimizar a vontade de ainda estar curtindo o relax. "Os hormônios liberados com a minha corrida me trazem uma sensação de bem-estar que supera a do mal-estar do retorno", garante a gerente Glaucia Nahum.

Durma fora de casa

Mal chegou em casa e já vai dormir fora de novo? Isso mesmo! A engenheira agrônoma Flavia Ferreira de Castro adota esse recurso contra a depressão pós-férias. "Já penso em que hotelzinho vou ficar no fim de semana seguinte para combater a abstinência hoteleira", relata.

Monte uma caixa de memórias

Fábio também organiza mapas, ingressos de museus e outras lembranças "físicas" em uma caixa. "Faço isso aos poucos, todas as noites, até me sintonizar de novo para valer com a rotina", explica.

Reúna os amigos

Use a viagem como justificativa para um encontro com a turma na sua casa. A advogada Elisandreia Rodrigues costumava fazer um jantar para os amigos que se interessavam por suas viagens. "Eu passava os álbuns e ia explicando foto por foto", lembra.

Medite

Que tal, em vez de reclamar, agradecer pela oportunidade de viajar? A editora de arte Helga Silva recorre à meditação. "Eu uso isso para todas as depressões pós-viagem, fim de semana etc. Entendi que o caminho para que eu me sinta feliz é a gratidão e meditar me ajuda nisso", afirma.

Pense na próxima viagem... e viaje de novo

Este é recurso mais utilizado por quem ama conhecer novos lugares. Para o consultor Renato Pires, a melhor forma de curar a depressão é ter em mente que viagens podem acontecer sempre, a qualquer momento. "Viajar deve ser um hábito e não um hobby", defende. "Fico visitando sites de viagem para organizar a próxima", diz a assessora Camila. 

Valorize o dia a dia

Por melhor que seja uma experiência longe, voltar pela casa também é muito bom. É o que pensa a estudante Gabriela Mieko, que curte relembrar a viagem revendo fotos, mas prefere focar no que sentiu falta ao estar longe. "Gosto de aproveitar bastante tudo aquilo que me faz bem do meu dia a dia e rotina. Enxergar sempre o lado positivo de qualquer lugar, situação e momento!", acredita.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!