menu
Topo

Moda

Grife queridinha dos tapetes vermelhos ficou de fora do Globo de Ouro

Pascal Le Segretain/AFP/Getty Images
O produtor de cinema Harvey Weinstein com sua esposa, a estilista Georgina Chapman, na festa pós-Oscar 2017 da revista Vanity Fair Imagem: Pascal Le Segretain/AFP/Getty Images

Do UOL

08/01/2018 12h07

No primeiro grande evento do cinema desde as denúncias de abusos em Hollywood, a grife Marchesa não vestiu nenhuma famosa. Entre protestos, discursos e looks de “luto”, as estrelas do Globo de Ouro boicotaram a marca por um motivo bem simples: ela é comandada por Georgina Chapman, mulher de Harvey Weinstein – acusado de diversos assédios por atrizes.

Veja também

Em processo de divórcio após 10 anos de união, Georgina foi a público logo após a explosão de denúncias para anunciar a separação e o apoio às vítimas de seu marido. Porém, desde então as vendas da Marchesa despencaram.

Harvey, que é um dos fundadores da grife, teria pressionado muitas das atrizes de suas produções a usarem as criações da esposa nos tapetes vermelhos. Segundo a grife, as peças de Georgina estarão na Semana de Moda de Nova York, mas ninguém sabe se as celebridades estarão na primeira fila, como foi costume nos últimos anos.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!