Carreira e finanças

11 táticas que deixarão sua vida mais organizada em 2018

iStock
Não confie apenas na sua memória. Tenha tudo o que precisa fazer à vista e anotado em uma agenda ou um planner Imagem: iStock

Claudia Dias

Colaboração com o UOL

02/01/2018 04h00

Se você sofre com a falta de organização no trabalho e costuma estar sempre com a lista de tarefas atrasada, não precisa se desesperar. O que falta é um pouquinho mais de disciplina e foco, características que fazem muita diferença no fim de um dia.

Por isso, listamos 11 táticas que você pode adotar para se tornar uma pessoa bem mais organizada. É só começar para o resultado aparecer em duas semanas!

Tenha uma agenda

Não confie apenas na memória. Tenha tudo o que precisa fazer à vista e anotado em uma agenda ou um planner. Registre compromisso, tarefas, pendências, tudo. Reserve um tempo para organizar a programação da semana, organizando todos seus compromissos, inclusive os pessoais. Fazendo isso, você tem noção exata de como será a semana.

Defina metas 

Além da lista de tudo o que precisa ser feito, eleja também quais são suas metas. Desta forma, você vai saber que na segunda-feira, por exemplo, tem determinado número de tarefas que realmente precisam ser executadas, conseguindo programar melhor o uso do seu tempo.

Veja também

Comece pelo mais importante

Em vez de pensar: "são só 5 minutinhos para responder e-mails" e acabar se enrolando com um monte de atividades imprevistas (e que sempre parecem urgentes), dedique o início do dia para executar o que elegeu como prioridade. Concentre-se nisso.

Acompanhe sua performance

Avalie constantemente como anda sua evolução. Antes de terminar o trabalho ou o dia, analise quais metas foram cumpridas e o que ficou para a manhã seguinte. Esse balanço vai permitir que logo, logo você dimensione melhor o tempo necessário para executar as tarefas e programe só o que é possível cumprir, sem atrasar entregas ou deixar pendências.

Livre-se das distrações

Redes sociais, vídeos e textos que pipocam aqui e ali são uma armadilha. Para garantir o foco e conseguir cumprir tudo o que precisa fazer naquele dia, desconecte-se de Facebook, Instagram, Twitter e plataformas de vídeos. Defina na agenda um horário especificamente para consumir esse tipo de informação, mas evite deixar as redes ativas simultaneamente ao trabalho.

Organize seu espaço

Uma mesa bagunçada é um convite para distração e perda de foco. Deixe tudo no lugar e mantenha à vista somente o que vai usar naquele momento.

Automatize funções

Opte pelo débito automático de contas, programe a coleta de encomendas, use sistemas de gestão, ou seja, adote a tecnologia para realizar tarefas que você teria que executar manualmente. Com isso, você não perde prazos, nem o controle das situações - e ainda ganha tempo para se dedicar a outras atividades.

Delegue

Delegar funções aumenta a sua produtividade. Mais que isso, quando divide os afazeres urgentes ou importantes com a equipe, você demonstra confiança, o que eleva o engajamento de todo o time. Quanto mais delega, mais tempo terá para resolver aquilo que realmente merece ser resolvido naquele dia e que só você poderá fazer.

Cuidado com o perfeccionismo

Qualidade é importante - sempre! Mas diz o ditado que "o ótimo pode ser inimigo do bom". Desejar tarefas perfeitas significa ficar refazendo detalhes e aperfeiçoando projetos que já poderiam ter sido entregues. Não se cobre demais e libere a agenda para novos afazeres.

Inspire-se nos outros

Conhece alguém - um parente, um amigo - superorganizado? Combine um café e peça ajuda, pergunte suas dicas para que você possa melhorar. Se não tiver ninguém com esse  perfil por perto, apele para os vídeos e tutoriais nas plataformas online. Há muitos especialistas dando dicas por aí.

Comemore os avanços

É importante se sentir motivado para continuar mantendo o fluxo. Quanto mais conseguir cumprir suas tarefas sem estourar o prazo ou deixá-las para o dia seguinte, mais se sentirá estimulado a seguir na jornada de ser mais organizado. Por isso, comemore cada conquista, cada mudança de comportamento e atitude.

Fontes: Adriana Gattermayr, head coach da Gattermayr Coaching & Training; Angelina Stockler, sócia-diretora da ba}STOCKLER; Bruno Almeida, psicólogo e coach; Eduardo Mendes, sócio do grupo Master Mind Brasil; Lívia Marques, psicóloga organizacional e clínica, com foco em terapia cognitiva comportamental; Maura Attui Salvador, empresária e proprietária do Merci Bistrô; Sidnei Batista, coach e diretor da Távola do Saber.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Bloomberg
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
do UOL
Redação
Redação
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Bru Fioreti
BBC
Blog Bru Fioreti
do UOL
Redação
Blog Bru Fioreti
Blog Mulherias
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
AFP
Redação
Redação
Redação
ANSA
Topo