menu
Topo

Mães e filhos

Mais mulheres estão usando maconha durante a gravidez, diz estudo americano

iStock
Pesquisadores acreditam que elas usam a droga para aliviar enjoos e até insônia Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

28/12/2017 12h21

Um estudo publicado pela revista científica norte-americana JAMA na última terça-feira, 26, mostrou que o número de mulheres que consomem maconha durante suas gestações aumentou nos Estados Unidos. 

De 2009 a 2016, o uso da droga entre grávidas cresceu de 4,2% para 7,1%. O levantamento foi feito com base em um banco de dados do sistema de saúde do estado da Califórnia (onde a maconha é permitida para uso pessoal para quem tiver a partir de 21 anos) com cerca de 318 mil mulheres gestantes. 

Se consideradas as mulheres de  18 anos ou menos, o dado muda: o uso da maconha entre elas durante a gravidez aumentou de 12,5% para 21,8%. Já o recorte de mulheres entre 18 a 24 anos mostra o aumento de 9,8% para 19%.

Veja mais

Em janeiro de 2017, um outro estudo, também publicado pela JAMA, teve resultados similares: o consumo de maconha entre mulheres grávidas havia passado de 2,3% em 2002 para 3,85% em 2014.

Enjoos, náuseas e insônia 

Mas por que essas mulheres se sentem cada vez mais confortáveis em fazer uso da droga ao longo de suas gestações? Os pesquisadores acreditam que se trata de tentativas de aliviar sintomas que o período geralmente traz. Enjoos, náuseas, ansiedade e até insônia. A maconha é conhecida por fazer seus usuários se sentirem relaxados e até aliviados de algumas dores. É, inclusive, uma droga comumente usada para tratar a náusea em pacientes em tratamento de câncer.

A droga pode trazer más consequências para o bebê

O Ministério da Saúde dos Estados Unidos produziu uma espécie de cartilha pontuando as más consequências do uso da substância nessa fase. De acordo com ela, “embora faltem pesquisa para entender como a maconha pode afetar você e seu bebê durante gravidez, o uso é contraindicado pois há riscos do principal componente da droga, o tetrahidrocanabinol ou THC, passar pelo seu sistema para o do bebê”. No Brasil, estudos sobre o tema ainda são escassos. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!