menu
Topo

Diversidade

Trump proíbe transgênero, diversidade e mais 5 palavras em papéis oficiais

iStock
Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

16/12/2017 15h56

O governo de Donald Trump proibiu o uso de sete palavras ou expressões nos documentos que o Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) está a prepararando para o orçamento do próximo de 2018.

Os analistas de políticas do CDC, a instituição mais importante na área da Saúde nos Estados Unidos, foram informados que "vulnerável", "diversidade, "direito", "transgênero", "feto", "baseado em provas" e "baseado na ciência" são termos que não poderão constar em nenhum documento oficial do órgão. A informação é de um artigo do jornal americano "The Washington Post"

Veja também

Segundo analistas dos CDC entrevistados pelo Washington Post, essa é a primeira vez que um governo impõe um índex de palavras ao órgão. No entanto, em março deste ano, toda a informação sobre a comunidade LGBT desapareceu do site do instituto que supervisiona o CDC, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos. Não é a primeira forma que Trump tenta apagar a existência da população LGBTQI e seus direitos da sociedade norte-americana. Em julho, o presidente proibiu a presença de cidadãos transexuais nas forças armadas do país