menu
Topo

Universa

Após foto nua, Priscila Fantin diz que não mostraria tudo: "Sou tímida"

Reprodução/Instagram/priscilafantin
Priscila Fantin em nu artístico Imagem: Reprodução/Instagram/priscilafantin

Carol Martins

Colaboração para o UOL

13/12/2017 12h11

Priscila Fantin causou furor ao publicar recentemente uma foto nua -- e sem retoques -- em sua rede social. “Vai virar exposição e livro”, adiantou ela durante bate-papo com o UOL, na última terça-feira (12), em São Paulo.

O ato da atriz foi para o projeto de nu artístico, "Pele Project", dos amigos fotógrafos Brunno Rangel e Marcelo Feitosa. “Acho lindo dizer que por baixo da roupa somos todos pele. Não interessa a roupa que você usa, todo mundo é pele, é igual. É bonito ser real. Não precisa de muita coisa. É só ser”, opinou.

Veja também

Apesar de esconder os seios com a mão esquerda e não mostrar nu frontal na imagem, Priscila não pensa em revelar tudo em uma publicação masculina, por exemplo. “Desde os 17 anos me convidam para sair pelada, mas tenho muita vergonha. Sou tímida. Fui criada em Belo Horizonte, sou mais na minha, não gosto muito de aparecer, de me expor”, explicou.

Já sobre o valor que poderia ter embolsado caso tivesse aceitado em alguma época, ela prefere nem pensar no assunto. “Não estaria tranquila vendo minha foto publicada assim em revista. Fico imaginando meu irmão e meu pai vendo. Eu indo ao mecânico e sabendo que ele já me viu pelada. Sou muito envergonhada”, encerrou.

Mãe de um menino de 6 anos, Romeo, Priscila está com 34 anos e o corpão no auge. Mas nem sempre foi assim. Desde a adolescência o efeito sanfona foi uma constante na vida da atriz. “Estreei aos 16 anos, tinha uma disfunção hormonal, retenção de líquido e displasia mamária muito sérias”, contou ela que aprendeu a ficar satisfeita com o corpo ao longo do tempo. “O resultado final para mim é isso: a forma como a gente aparenta reflete muito o que a gente é internamente. E eu demorei um pouco também para entender e me apropriar disso. Isso é uma consequência do nosso estado de espírito, da forma como a gente vive e leva a vida."   

Visivelmente mais magra, Priscila perdeu uns quilinhos por ter ficado um mês e meio de cama. “Estava com uma inflamação na coluna, pegou o (nervo) ciático, a perna parou de funcionar e não conseguia levantar. Tomava só remédio para dor e fui definhando”, contou ela que encontrou solução na quiropraxia, medicina alternativa para tratar e prevenir doenças da coluna. “Agora estou ótima. Já fui fazer trilha, subi em árvore”, tranquilizou.

 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa