menu
Topo

Mães e filhos

Se você, como Piovani, sofre para transar após o parto, veja estas dicas

Reprodução/YouTube
Imagem: Reprodução/YouTube

Do UOL

09/12/2017 10h49

Em seu canal no YouTube, a atriz Luana Piovani contou como foi difícil voltar a fazer sexo logo após dar à luz seus filhos. "Eu fiz cesária e é um inferno. A cicatriz é chata, o pós-operatório dolorido. Então eu tinha muito esse incômodo. O bom e velho 'papai e mamãe' não dava, que é uma das minhas posições favoritas. Então a gente se virava de ladinho”, contou.

A artista, porém, não está sozinha nesta dificuldade. Veja algumas dicas para não perder o tesão e a rotina sexual após o parto.

Sexo sem penetração está liberado

O resguardo proíbe a penetração vaginal e anal, mas sexo oral, masturbação, massagens, beijos e amassos são permitidos.

Não ter tesão é normal

Após o parto, as mudanças hormonais atingem a libido, a mulher fica cansada por não dormir nem comer direito e muitas vezes prefere dedicar qualquer folguinha ao descanso, e não ao sexo. Além disso, ela precisa lidar com a nova rotina e com o filho. Com o passar dos meses, as coisas vão se encaixando, o leite vai diminuindo, o bebê passa a comer outras coisas e a dormir mais e a vida e a libido vão voltando ao normal.

A primeira vez costuma doer

Isso acontece por dois motivos: o primeiro é pelo tempo sem penetração. O segundo é porque a amamentação dificulta a lubrificação, causando desconforto. Invista nas preliminares e use lubrificante. Caso o incômodo continue, consulte o médico.

Também pode haver um pequeno sangramento. Às vezes, ainda fica um filete de sangue no útero, que é eliminado com a contração durante o orgasmo. O sangue também pode aparecer por causa do ressecamento vaginal - por isso é bom usar lubrificante nas primeiras transas pós-parto. Agora, se houver sangramento persistente com dor ou cheiro ruim, consulte seu médico para ver se não há uma infecção.

Durante a transa, pode sair leite dos seios

Durante o orgasmo é liberada a ocitocina, mesmo hormônio que faz o leite sair pelos mamilos. 

Pode engravidar

Teoricamente os hormônios da produção de leite inibem a ovulação, mas como alguns bebês mamam de forma irregular, no entanto, pode ocorrer uma ovulação e o retorno da menstruação. Se não quiser correr o risco de engravidar, o uso de preservativo é uma opção e também é possível consultar o médico para escolher um contraceptivo compatível com a amamentação.

Fontes: Alberto Guimarães, ginecologista, obstetra e um dos criadores do programa Parto Sem Medo; Cecilia Pereira, ginecologista da All Clinik, do Rio de Janeiro (RJ); Cristina Carneiro, ginecologista e obstetra, de São Paulo (SP); Domingos Mantelli, ginecologista e obstetra, autor do livro “Gestação: mitos e verdades sob o olhar do obstetra” (Segmento Farma), e Vamberto Maia, ginecologista e especialista em reprodução humana assistida da Clínica Mãe, de São Paulo (SP)

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!