menu
Topo

Universa

Fotógrafa mostra a cara e as dores da endometriose em ensaio pessoal

Georgie Wileman
Imagem: Georgie Wileman

Do UOL

04/12/2017 12h02

Uma em cada dez mulheres sofre de endometriose, mas a doença de difícil diagnóstico ainda não recebe a atenção e a prevenção merecida. Por isso, a fotógrafa britânica Georgie Wileman iniciou um projeto em que retrata através de seu próprio caso as dores e a realidade deste problema.

Veja também

“Foram meses em casa, imóvel e em uma dor crônica”, conta Georgie, que descreve a doença como um pesadelo do qual você tenta se esquecer o tempo todo – sem sucesso.

As foto acima foi premiada no Taylor Wessing Portrait Prize e as imagens serão publicadas na newsletter feminista Lenny em janeiro do ano que vem.

Georgie Wileman
Imagem: Georgie Wileman

Georgie Wileman
Imagem: Georgie Wileman

Georgie Wileman
Imagem: Georgie Wileman

A doença

A endometriose é o depósito de endométrio (tecido que reveste a parede interna do útero) fora do órgão, podendo acontecer em qualquer lugar do abdômen. A estimativa é que ela atinja de 10% a 15% das mulheres em idade reprodutiva.

Cólica menstrual incapacitante – aquela que faz a mulher deixar de lado suas atividades normais --, dor pélvica fora do período menstrual, dor para evacuar e/ou urinar, durante a menstruação, dor durante as relações sexuais e dificuldade para engravidar são os principais indícios da doença, segundo o ginecologista e obstetra Sérgio Podgaec, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e membro da Comissão Nacional Especializada em Endometriose da Feb rasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia).

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa