menu
Topo

Universa

Príncipe Harry causa polêmica entre os britânicos por detalhe inusitado

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL

15/11/2017 14h24

O príncipe Harry, mesmo com todo o esforço para parecer um bom rapaz, virou centro de outra controvérsia no Reino Unido. O mais curioso é o motivo do novo debate: aquela barba ruiva que o Príncipe ostenta.

O filho caçula de Lady Di teve um passado conturbado em que se envolvia em polêmicas com a mesma frequência em que seu sobrinho, George, atualmente, aparece emburrado. Mas o velho Harry adolescente e inconsequente há anos deu lugar a um Príncipe tão fofo que tem até pipoca roubada por crianças.

O papel de bom moço não foi o suficiente para evitar as críticas. A nova discussão começou porque Harry participou de um evento oficial das Forças Armadas britânicas e não raspou os pelos de seu rosto, como mandam as rígidas regras militares.

O caso aconteceu na última semana, quando o Reino Unido celebrou o Dia do Armistício -- data em que vítimas da Primeira Guerra Mundial e todos que morreram servindo as Forças Armadas Britânicas são homenageados.

Segundo apurou o jornal britânico Daily Mail, membros da elite da cavalaria real estavam irritados pelo fato de Harry, ao contrário dos príncipes William e Andrew, não ter se barbeado para o importante evento.

Apesar de Harry ter deixado o Exército em 2015, após servir por dez anos -- inclusive com missões no Afeganistão, alguns membros das Forças Armadas não viram com bons olhos o fato dele vestir o uniforme oficial estando barbado.

As regras das Forças Armadas britânicas abrem exceção para raras circunstâncias, como quando o militar sofre de alguma doença de pele ou tem motivos religiosos para manter a barba. Forças Especiais ou membros em operações secretas também poderiam usar barba em território inimigo, mas não em desfiles militares, como foi o que Harry fez.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa