menu
Topo

Beleza

Cosméticos com derivado de maconha são vendidos nos Estados Unidos

Reprodução/Instagram
Marca Milk Makeup chegou a criar até mesmo sedas absorventes que sugam a oleosidade da pele Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

15/11/2017 15h37

Cosméticos com substâncias da maconha começaram a ser vendidos nos Estados Unidos, onde a legislação tem ampliado a oportunidade para esse tipo de iniciativa.

Desde agosto, a marca norte-americana CAP Beuaty tem vendido um óleo feito a base do canabidiol, um dos componentes da droga, que pesquisas na área demonstraram ter propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. A marca Verltly, especializada em balms para lábios, também entrou na onda com uma linha especial de produtos com a substância.

Veja também

As duas marcas dizem se basear em pesquisas sobre a substância feitas no exterior, como em Israel, e também em solo americano, onde o uso do canabidiol é permitido em todo o país para a criação de produtos de consumo pessoal, que vai de medicamentos a cosméticos, e também para a análise detalhada em universidades e laboratórios.

A linha "Hemp", da empresa The Body Shop, tem de creme para as mãos a um kit de manicure completo com produtos feitos a partir de canabidiol. Pesquisas apontam que a substância não tem efeitos psicoativos, diferentemente de outros compostos da droga. No Brasil, desde o início deste ano o canabidiol é testado em universidades, como a USP de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, para tratar de crianças e adolescentes com casos de epilepsia.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!