Topo

Mães e filhos

Meninos podem vestir tutus e meninas, capas de heróis, diz Igreja Anglicana

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL

13/11/2017 10h27

Em um importante passo contra o bullying, homofobia e transfobia, a divisão educacional da Igreja Anglicana na Inglaterra lançou um guia para as escolas que enfatiza a liberdade de vestuário de meninos e meninas.

Veja também

O guia Valuing All God’s Children (em inglês), que deverá ser seguido em mais de 4 mil escolas administradas pela instituição, afirma que “as crianças devem ter a Liberdade de explorar as possibilidades de quem eles podem ser sem julgamentos. Por exemplo, uma criança pode escolher um tutu, uma tiara de princesa e saltos e/ou um capacete de bombeiro, cinto de ferramentas e capas de super-heróis sem comentários. Infância é um espaço sagrado para imaginação criativa e precisa ser um período em que podemos cometer erros, tentar coisas diferentes, explorar projetos e identidades sem se ater a consequências”, diz.

O Arcebispo de Canterbury, Justin Welby, afirma que “todo tipo de bullying, incluindo homophobia, bifobia e transfobia causam danos profundos, elevando os níveis de desordens mentais, depressão e suicídio”. Ele afirma, ainda, que o guia ajudará as escolas a espalhar a palavra cristã de amor, alegria e celebração de nossa humanidade sem exceção ou exclusão.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!