menu
Topo

Beleza


Beleza

Revista alisa cabelos de Lupita Nyong'o e atriz desabafa: "Decepcionada"

Getty Images
Lupita Nyong'o Imagem: Getty Images

do UOL, em São Paulo

2017-11-10T11:42:34

10/11/2017 11h42

Desde que venceu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 2013 por "12 Anos de Escravidão", a atriz queniana Lupita Nyong'o se tornou inspiração não só pelo seu talento, mas pelo seu estilo.

Veja também

No entanto, a edição britânica da revista "Grazia" editou os cabelos de Lupita em um ensaio de capa de novembro de 2017 — deixando os fios que são naturalmente crespos e volumosos com um aspecto mais liso. Além disso, o comprimento do rabo de cavalo da atriz foi simplesmente eliminado, sem autorização prévia.

“Decepcionada que a @GraziaUK editou e alisou meu cabelo para se adequar a uma noção mais eurocêntrica do que é um cabelo lindo”, escreveu no seu Twitter com a hashtag #DTMH, que significa "Don't touch my hair” ("Não encoste no meu cabelo", a mesma expressão usada por Solange, irmã de Beyoncé, para denunciar um caso semelhante de racismo).

No Facebook, Lupita refletiu mais sobre o assunto: 

"Como eu deixei claro tantas vezes no passado com todas as fibras do meu ser, eu abraço minha herança natural e, apesar de ter crescido achando que pele clara e cabelo liso e sedoso eram os padrões de beleza, eu hoje sei que minha pele escura e meu cabelo crespo são bonitos também. Aparecer na capa de uma revista me satisfaz porque é uma oportunidade para mostrar a outras pessoas de pele escura e cabelos crespos, especialmente nossas crianças, que elas são bonitas do jeito que são", escreveu.

Lupita ainda continua: "Estou decepcionada que a Grazia UK me convidou para estar na capa deles e depois editou e alisou meu cabelo para servir às noções deles do que um cabelo bonito é. Se eu tivesse sido consultada, teria explicado que não posso apoiar ou permitir a omissão daquilo que é parte da minha herança nativa com a intenção de que eles compreendessem que ainda há um longo caminho para percorrermos no combate ao preconceito inconsciente contra a pele, o estilo e a textura do cabelo das mulheres negras".