Topo

Casa e decoração

Abafe o barulho dos vizinhos com 7 ideias de decoração

Getty Images
Imagem: Getty Images

Marcelo Testoni

Colaboração para o UOL

10/11/2017 04h00

Papel de parede, forro de gesso, vasos de plantas e até pisos e tintas especiais... Esses materiais decoram seu apartamento e diminuem o barulho dos vizinhos. Veja:

1. Sala de estar

Instale na parede de onde vêm os sons do vizinhos painéis de home theater de madeira ou MDF. Essas estruturas funcionam como barreiras contra ecos e ruídos. Outra possibilidade é revestir toda a parede com TNT (aquele revestimento que lembra tecido) --os modelos autoadesivos são práticos e podem ser aplicados por qualquer pessoa. Sofás, cortinas e tapetes de tecido também absorvem o barulho e melhoram a acústica interna. 

Leia mais:

 

2. Janelas, portas e varandas

Para diminuir os sons externos de buzinas, aviões e obras invista em cortinas de tecidos volumosos, como algodão e veludo, ou troque janelas por modelos mais pesados, com vidros duplos e frisos de borracha, e portas com esquadrias de alumínio ou PVC. Na varanda, vale instalar jardins ou hortinhas em painéis verticais e vasos de plantas onde puder. Além de refrescarem o ambiente, a vegetação minimiza a propagação dos ruídos em até 40%.

Getty Images
Janelas com vidros duplos e frisos de borracha ajudam a isolar ruídos Imagem: Getty Images

3. Sala de jantar

Instale nas paredes, ao redor da mesa, placas decorativas acolchoadas com tecido ou feitas de madeira ranhurada (tudo que tem relevo e textura abafa o som). Arranjos de flores também funcionam bem, pois o efeito é igual ao das plantas colocadas na varanda. Sobre o aparador, instale quadros de tela (o tecido do forro absorve ruídos) ou um móvel grande que preencha toda a superfície, como uma cristaleira.

4. Cozinha

Tintas resinadas são compostas por bolhas de ar —como as do chocolate, mas microscópicas. Como o ar é um mau condutor de ondas sonoras, a pintura dificulta que sons potentes, como o do liquidificador, da batedeira e de louça movimentada sobre a pia sejam transferidos ao interior do imóvel pela parede. O barulho agudo da queda de utensílios de metal no chão pode ser reduzido com a colocação de passadeiras de borracha.

5. Lavanderia e banheiro

Máquinas de lavar e descargas produzem sons tão altos que geram trepidações que percorrem as paredes. Se você mora no andar debaixo, uma saída é rebaixar o teto com drywall e preenchê-lo com forro de lã de PET ou de fibra mineral, que, por serem materiais leves e porosos, absorvem bem as ondas acústicas. Como a instalação dessa camada extra consome cerca de 10 cm do teto, o indicado é que a altura do pé direito seja alta.

6. Escritório

Nas paredes, estantes e prateleiras totalmente preenchidas com livros abafam os ruídos. É que as ondas sonoras entram pelas páginas de papel e são filtradas. Poltronas de tecido também são bem-vindas. O que não é bom mesmo são as mesas de metal e vidro, que, por serem muito lisas e duras, repercutem os sons. Pisos “flutuantes”, como o vinílico, podem ser usados por cima de tacos e lajotas, desde que estejam nivelados, e absorvem sons de passos e até do afiar de unhas de cães. 

7. Quarto

A madeira garante conforto acústico, seja em pisos, móveis ou até na cabeceira da cama. Se for maciça, reduz a passagem de som de um ambiente para outro mais que a do tipo compensada, leve e oca. Elementos decorativos como almofadas, edredons, mantas acolchoadas e persianas de plástico são soluções rápidas e baratas que também “protegem” a audição. Até aplicar papel de parede faz diferença, pois as fibras são mais flexíveis e macias que a parede crua. Se tiver textura e nervuras, melhor ainda.

 

FONTES: Arquiteto Maurício Ruoppoli, da Oficina 11.11; Fernanda Tegacini, arquiteta do escritório Très Arquitetura

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!