menu
Topo

Universa

Gêmeas siamesas compartilham o mesmo cérebro e as mesmas emoções há 10 anos

Reprodução/Instagram/inseparablehogantwins
Únicas no mundo, Tatiana e Krista desafiam a medicina Imagem: Reprodução/Instagram/inseparablehogantwins

Do UOL

05/11/2017 20h17

Há dez anos, Tatiana e Krista Hogan compartilham o mesmo cérebro e a mesma cabeça. As canadenses desafiaram os diagnósticos médicos que previam que elas sobreviveriam apenas um dia e agora contam sua trajetória no documentário “Inseparable: Ten Years Joined At The Head”, exibido na CBC-TV.

As gêmeas siamesas estudam, estão aprendendo a ler, escrever e fazer contas, também vão às aulas de natação, andam de bicicleta (adaptada) e correm. A família que vive em Vernon, no Canadá, garante que elas trouxeram felicidade. De acordo com a mãe Felícia, as filhas adoram ir à escola, assistirem “Power Rangers” e comerem bolo.

Veja também

No documentário, Tatiana e Krista mostram como é compartilhar cada momento da vida literalmente juntas. Ainda que tenham personalidades diferentes, uma mais extrovertida e a outra mais tranquila, elas dividem as mesmas emoções. Se uma se sente agitada, a outra automaticamente também fica. As meninas também conseguem controlar os membros umas das outras. Por exemplo, Tatiana controla três braços e uma perna, enquanto Krista controla três pernas e um braço.

Além delas, Felícia (à esquerda) e Brendan são pais de Rosa, 13, Christopher, 11 e Shayleigh, 7. Veja abaixo uma foto com todos, inclusive, os avós (Doug McKay e Louise):

 

A post shared by Inseparable (@inseparablehogantwins)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

 

Os pais de Tatiana e Krista souberam que as cabeças delas tinham se juntando ainda durante a gestação. Na época, os médicos avisaram que o futuro das gêmeas seria incerto. No entanto, abortar não estava nos planos de Felícia e ela seguiu acompanhando o desenvolvimento das filhas até o nascimento.

Únicas no mundo por conta da estrutura de seus cérebros, as gêmeas nunca poderão se separar devido ao risco de lesões graves ou uma possível morte. Elas sofrem de epilepsia e são diabéticas, e por conta disso diariamente tomam remédio, injeções de insulina e fazem exames de sangue com frequência. As informações são da CBC.

Ainda que brinquem juntas e compartilhem os mesmos pensamentos, Felícia explica que precisa trabalhar duro para que as filhas nunca tenham desavenças, pois estarão juntas para sempre. Neurologistas de Vancouver as acompanham com frequência.
 

 

A post shared by Inseparable (@inseparablehogantwins)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

 

A post shared by Inseparable (@inseparablehogantwins)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

 

A post shared by Inseparable (@inseparablehogantwins)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

on

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa