Topo

Mães e filhos

Gay solteiro realiza sonho de ser pai e adota 4 crianças com deficiência

Reprodução/Daily Mail
Ben e os filhos Jack, 10 anos, Ruby, 7, Lily, 5, e Joseph, 2 Imagem: Reprodução/Daily Mail

Do UOL, em São Paulo

28/10/2017 15h40

Aos 33 anos, o inglês Ben Carpenter tem sido chamado de "inspiração" e até considerado um herói depois de ter adotado quatro crianças com deficiência. O que torna a história mais marcante é o fato de ele ser gay e não ter um parceiro para dividir os cuidados dos filhos Jack, 10 anos, Ruby, 7, Lily, 5, e Joseph, 2.

Segundo as informações da versão online do jornal britânico "Daily Mail", Carpenter ainda pensa em adotar o quinto filho. "As pessoas me chamaram de santo e dizem o que eu faço é notável, mas eu só queria ser pai e adotar é minha forma de fazer isso acontecer. Esse é o meu destino", falou em entrevista à publicação.

Há mais de dez anos, quando começou essa jornada, Carpenter se tornou um dos mais jovens homossexuais do Reino Unido a adotar uma criança. Foram cerca de três anos para convencer as autoridades de que ele tinha maturidade e habilidades para ser um bom pai. Desde que foram adotadas, todas as crianças fizeram progressos significativos e surpreenderam os assistentes sociais e os profissionais da saúde.

"Me perguntam o tempo todo como consigo fazer isso. Minha mãe Rita é um grande apoio para mim e minha amiga Jeanette é uma mulher incrível e me ajuda. Também recebo apoio de uma instituição de caridade, a Adoption UK."

Sobre relacionamentos amorosos, Carpenter disse que ser solteiro não é um problema. "Gosto de fazer as minhas coisas. No final do dia, tenho minha uma xícara de chá, uma fatia de bolo e não ouço ninguém roncando", contou.

Quando não está com os filhos, ele trabalha para orientar as pessoas sobre a importância da adoção. "Celebro e promovo a adoção. É a coisa mais gratificante, satisfatória e desafiadora que eu fiz."

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!