Universa

Homem não nega fogo? Essa crença pode ser uma prisão e atrapalhar o sexo

Getty Images
Imagem: Getty Images

Helena Bertho

do UOL

19/10/2017 04h00

Se você é homem, provavelmente já ouviu que "homem que é homem, nunca nega sexo". Ou então que "está sempre disposto para transar", porque isso seria da natureza masculina. Mas, na verdade, isso é apenas uma construção social. Inclusive, segundo especialistas, essa crença é responsável pela maior parte das disfunções eréteis.

Veja também

É pressão demais

Para o auxiliar de laboratório Joseildo Domingos, 29, essa ideia é um grande incômodo. "Acho muito ruim quando a mulher pensa que temos que ser assim. Não sou uma máquina. Ter passado isso com a minha ex, essa pressão para estar sempre pronto, afetava muito meu desempenho. Não consigo reagir sob pressão", conta ele.

O sexólogo João Borzino, autor do livro "Nem Sapo, muito menos príncipe", explica que isso é comum. "Quando se fala em disfunção sexual erétil, todo mundo pensa na esfera orgânica. Mas, na verdade, a maior parte dos problemas masculinos estão ligados à ansiedade pelo desempenho na cama".

E não só as mulheres cobram dos homens a prontidão na cama, mas toda a sociedade. "Vem de todos os lados. Na conversa de bar, ele está sempre querendo se gabar de ser o alfa, o macho caçador", explica Borzino.

João*, 23, recentemente decidiu assumir para si e para os outros que às vezes não está afim de transar e com frequência é julgado pelos amigos. "Por não fazer a linha 'hétero padrão', às vezes perguntam se sou gay". É comum que essa visão da masculinidade ligada ao desempenho sexual ande junto da homofobia, quando se considera que ser gay é uma ofensa.

Homem pode não estar afim

O tesão e o prazer não estão ligados apenas aos hormônios e questões físicas, mas são influenciados por diversos outros fatores. "Outras esferas influenciam isso, o relacionamento, o emocional, o trabalho e até os fatores socioculturais", explica Borzino. Às vezes a química com a mulher não é boa, ou o momento não é adequado, e tudo bem o homem não querer transar.

"Tem dia que você está disposto a transar, cheio de vontade, tem dia que não. Quando ela quer, eu não, eu falo que não estou afim", conta o estudante Arnaldo*, 24. Ele diz que sua namorada está aprendendo a aceitar isso.

Para a especialista em terapia da sexualidade e diretora do InpaSex, Carla Zéglio, não se sentir obrigado é libertador tanto para os homens, quanto para as mulheres que se relacionam com eles. "Se ele não se obrigar, não tem a ansiedade que gera adrenalina e impede a ereção e pode até ser que acabe rolando", diz.

Ela reforça também que quando o homem entende que não tem a obrigação de transar, ele passa a entender que a mulher também não tem a obrigação de estar disponível e isso melhora a relação e diminui a violência.

É uma crença que não faz mais sentido

E quando foi que surgiu essa ideia do homem que não nega fogo? Segundo os especialistas, isso vem do início da história da humanidade, quando era necessário reproduzir para manter a espécie. "Lá nos primórdios da humanidade, existia a necessidade de que os homens tivessem relação com várias mulheres", explica Carla Zéglio.

Já a ideia contrária, de que a mulher tem que se guardar, surgiu posteriormente, quando a propriedade privada passou a existir. "O homem precisava saber se o filho era seu", explica João Borzino, pois a descendência determinava o destino da herança dos bens.

No entanto, a sociedade já mudou muito. Métodos contraceptivos foram criados e a população cresceu. "A gente não precisa mais de gente para povoar o mundo, o sexo não é mais para isso. O sexo hoje é por prazer, qualidade de vida, se aproximar da parceira, tem outras funções e a última delas é procriar", diz Carla. E completa: "os homens que conseguem admitir que não estão prontos, eles são os verdadeiros homens que estão participando do processo de mudança social e relacional".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo