menu
Topo

Universa


Universa

Por que famosas estão caladas diante de escândalo de assédio em Hollywood?

	AFP/Getty Images
O produtor Harvey Weinstein posa durante o Festival de Cannes Imagem: AFP/Getty Images

do UOL

07/10/2017 16h19

Um novo escândalo de assédio abala Hollywood, mas parece que as grandes atrizes estão preferindo ficar quietas em relação a isso e uma das vítimas, a atriz Rose McGowan disse que "seu silêncio é ensurdecedor".

Na semana passada, uma reportagem do The New York Times denunciou um dos maiores produtores de cinema, Harvey Westein, por ter assediado ao longo de décadas atrizes e funcionárias. A matéria diz que ele tem ao menos oito acordos não divulgados envolvendo assédio sexual ou contato indesejado. 

A lista de vítimas traz as atrizes Rose McGowan (conhecida por Jovens Bruxas) e Ashley Judd (de Risco Duplo), duas assistentes e uma modelo. Segundo o jornal, os assédios teriam acontecido ao logo de 30 anos da carreira do produtor. Depois da divulgação, Westein anunciou seu afastamento da empresa e pediu desculpas.

A empresa da qual é cofundador ao lado do seu irmão é uma das maiores produtoras de Hollywood, responsável por filmes vencedores do Oscar como O Artista e o Discurso do Rei. No entanto, ou talvez exatamente por isso, grandes atrizes como Meryl Streep e Nicole Kidman não se manifestaram sobre o caso.

Rose McGowan tem usado seu perfil no Twitter para pedir suporte. "Mulheres de Hollywood, seu silêncio é ensurdecedor", escreveu ela na rede social. "Onde estão vocês?", perguntou em outro post.

Apesar do silêncio de algumas famosas, outras se manifestaram em apoio às colegas que quebraram o silêncio. Lena Dunham, criadora e protagonista da série Girls, postou eu seu Twitter: "As mulheres que escolheram falar sobre sua experiência de assédio por Harvey Weinstein merecem nossa admiração. Não é divertido ou fácil. É corajoso". Brie Larson, Amber Tamblyn e America Ferrera são outras que publicaram sobre o assunto.

Mais Universa