Universa

Cantada na rua pode virar crime sujeito a multa de R$ 18 mil na França

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL

21/09/2017 15h01

O membro mais jovem do governo de Emmanuel Macron, na França, pode começar uma pequena revolução nas ruas de Paris. Marlene Schiappa, secretária de Estado para Igualdade de Mulheres e Homens, promete lutar pela segurança das mulheres e pedir a criminalização de cantadas e demais assédios sofridos em espaços públicos.

Um grupo de debate sobre o tema já começou a trablhar nesta terça (19), segundo entrevista de Marlene à TV francesa.

Divulgação
Marlene Schiappa Imagem: Divulgação
Em entrevista ao site americano "NPR", Marlene conta que desde cedo aprendeu a pegar rotas alternativas para fugir dos assovios e abordagens de meninos, citando, em especial, a insistência em pedir pelos telefones das mulheres que passavam. Hoje, aos 34 anos, ela diz que esta é uma de suas prioridades, em nome de sua filha de 10 anos.

Desde 2012, há uma lei que proíbe assédio em ambientes de trabalho, mas nada citado sobre os famosos "fiu-fiu" das ruas francesas. O plano de Schiappa é multar os assediadores em quantia equivalente a 5 mil euros (cerca de R$ 18 mil). 

Segundo números do governo, 15% das francesas já sofreram violência sexual em algum momento de suas vidas.

Além deste tema, Marlene colocou em pauta a disparidade de salários entre funcionários do sexo feminino e masculino no país, o fim das propagandas sexistas e anunciou, no último dia 12, que o governo da França autorizará a reprodução assistida para todas as mulheres, incluindo homossexuais e solteiras, a partir do ano que vem.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo