Universa

Vocês são um casal que não consegue tomar decisões? 10 passos para mudar

Getty Images
Lembre-se: saibam ouvir e argumentar, sempre com muita calma Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL

07/09/2017 04h00

O medo de magoar o outro, a necessidade de se impor e a dificuldade de ouvir e expressar pontos de vista podem dificultar as escolhas. Para evitar problemas, que tal guiar-se por esses conselhos?

1. Deixe o ego de lado

Essa atitude é primordial nas situações em que cada um pensa de um jeito. Em certos momentos de divergência, o casal entra em um embate, como se estivessem disputando alguma coisa. O assunto que iniciou a discussão acaba ficando de lado e começa então uma guerra de egos, em que no final vence quem grita mais alto. Não se trata de um perder, mas de os dois saírem ganhando.

2. Escute até o fim o que o outro tem a dizer

No auge da irritação, nem sempre conseguimos ouvir os argumentos do par. A questão é que nem sempre deixamos que a pessoa fale. Para chegar a um acordo, é preciso domar a vontade de interromper e abrir mão de julgamentos precipitados. Saber ouvir é importante, pois nem sempre você consegue enxergar todos os pontos de uma situação. A possibilidade dobra quando duas pessoas observam a mesma coisa. 

3. Não remoa o passado

Reprimir o poder de decisão do par por causa de erros cometidos anteriormente é bobagem. É claro que a mancada não deve ser esquecida, mas encará-la como um processo de aprendizagem pode ser libertador. Punir eternamente a pessoa por isso não leva a relação a lugar algum. Você, provavelmente, acatou a escolha na época. As decisões precisam ser bancadas por ambos, mesmo que um esteja mais convicto do que o outro. Os benefícios e os custos devem ser compartilhados pelos dois.

4. Em caso de impasse, adie a decisão

Em especial, se estiver sob o domínio da raiva ou da irritação. Repense e tente ver a posição do outro. E peça que seu par faça a mesma coisa: considere seus pontos de visto. Caso não seja possível adiar, observe se um recuo não é melhor. Às vezes, temos que ceder.

5. Mantenha o foco

Os temas das conversas não podem ir e vir. Escolha um assunto por vez e termine-o. Diálogos curtos e objetivos ajudam a melhorar a comunicação.

6. Pergunte ao par se o que você disse foi compreendido

Pode parecer bobagem, mas, muitas vezes, ao questionar, percebemos que a pessoa não entendeu aquilo que realmente queremos dizer. Então, tente explicar novamente com outras palavras, sempre mantendo a calma.

7. Respeite o tempo de pensar do outro

As pessoas têm linhas de raciocínio diferentes e ritmos distintos para sacar as coisas. Em determinadas circunstâncias, o par não vai responder na forma rápida que você gostaria. Deixe-o pensar sobre o assunto.

8. Achem um ponto em comum

Sempre busque decisões que possam agradar a ambos ou que, pelo menos, tenha algum benefício que satisfaça os dois. Encarem a decisão como uma parceria.
Algumas vezes um dos lados terá que ceder um pouco mais, então aprenda a ser flexível.

9. Criem um projeto de vida em comum

Seja morar no exterior por um tempo, guardar dinheiro para montar um negócio próprio ou ter um filho, é fundamental que o casal tenha um plano em conjunto. Assim, é mais fácil conversar sobre decisões que tenham a ver com esse propósito.

10. Confie

Não existe relacionamento se não houver confiança. É preciso aprender a deixar as armas de lado e confiar na pessoa que está do seu lado. Acredite: ninguém está certo o tempo todo. Exercite sua capacidade de aceitar opiniões, principalmente de quem você escolheu para dividir a vida.

FONTES: Angela Oshiro, psicóloga clínica, de São Paulo (SP), Melcina Moura Moreno, psicóloga, pedagoga e coach com especialização em neurociências pela Universidade de Harvard (EUA); Thiago Guimarães, psicoterapeuta junguiano e palestrante, de São José do Rio Preto (SP), e Yuri Busin, psicólogo e diretor do CASME (Centro de Atenção à Saúde Mental Equilíbrio), de São Paulo (SP)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo