menu
Topo

Novidades de beleza


Novidades de beleza

Máscara de LED é gadget da beleza usado por Madonna contra envelhecimento

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Débora Lublinski

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2017-08-08T04:00:00

08/08/2017 04h00

Enquanto muitas mulheres não abrem mão da máscara facial em creme para tratar a pele, algumas celebridades vão além: Madonna, Kate Hudson, Jessica Alba e Kourtney Kardashian são algumas das adeptas da máscara com LEDs.

Quando usar

O equipamento de beleza, que pode ser usado nas clínicas de estética ou em casa, emite luzes de várias cores, com diferentes objetivos: rejuvenescer o rosto, clarear manchas, combater a acne e diminuir a oleosidade. "A ação vai depender do comprimento de onda da luz. A vermelha melhora brilho, textura e elasticidade. A violeta reduz as bactérias causadoras da acne", explica Jardis Volpe, dermatologista de São Paulo. Há, ainda, máquinas com luz azul, que atuam no controle da oleosidade e da inflamação; e verde, que estimulam o colágeno e tratam manchas.

"Recomendo a máscara de LED como complemento na limpeza de pele, após peelings e na revitalização facial, pois as luzes potencializam o efeito dos cosméticos que foram aplicados", conta Karina Giglio, cirurgiã plástica de São Paulo.

Cuidados

Em casa, o aparelho deve ser utilizado com cautela: "É importante verificar se o produto tem registro na Anvisa, seguir um protocolo orientado por um médico e não usar a máscara por tempo maior do que o indicado pelo fabricante, o que pode causar efeito contrário e envelhecer a pele", orienta Jardis Volpe. O tratamento não é indicado para gestantes, pessoas com câncer no local da aplicação, doenças de pele e dermatites por foto-sensibilidade.

O tratamento não dói, não esquenta nem deixa a pele irritada. Mas vale lembrar que deve ser feito com recomendação médica e o resultado é gradativo, e não imediato.

Quanto custa

A Faciallux, marca de uso domiciliar disponível para venda no Brasil, por exemplo, vem com timer que desliga o aparelho em sete minutos. Você pode comprar o produto com luz vermelha ou luz violeta (ou as duas combinadas) por R$ 675.

Fora do país, existem diversas marcas com preços variados -- de 30 a 2 mil dólares (o equivalente a R$ 94 a R$ 6.260). A Neutrogena vende nos Estados Unidos e na Europa uma máscara com luz rosa para quem tem espinhas, que deve ser usada por dez minutos diariamente. Dura 30 aplicações e custa 34 dólares, com a possibilidade de adquirir um novo ativador, ou seja, um "pacote" com mais aplicações. Ainda não há previsão do produto chegar ao Brasil.

O preço da aplicação da máscara nas clínicas de estética varia de acordo com os cosméticos utilizados. Em média, custa de R$ 200 a R$ 350. "Se o uso da máscara for combinado a bons cosméticos e outros procedimentos estéticos, o resultado se torna mais eficaz e a pele fica macia, firme e luminosa", acredita Karina Giglio.

Frequência de uso

Se combinada a procedimentos de limpeza de pele, nas clínicas, a máscara de LED pode ser utilizada uma vez por mês. Em tratamentos para revitalizar o rosto, o ideal é fazer pelo menos cinco sessões, uma vez por semana. Em casa, o uso é diário, e varia de sete a dez minutos.