menu
Topo

Relacionamentos

8 fatos comprovam que o ciúme mina seu relacionamento

Getty Images
Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL

03/06/2017 04h00

Dizem que um pouquinho de ciúme é normal, prova de amor e até mesmo dá um "up" na relação. Mas nem sempre. Ele pode simplesmente não servir para nada e não levar o relacionamento a lugar algum. Ou até o ponto final. Listamos oito motivos que mostram que esse sentimento pode ser uma furada:

1. Fortalece "ameaças"

Quanto mais você pega no pé do par por causa de colegas de trabalho, mais luz você joga sobre alguém que até então passava despercebido. Falar o tempo todo sobre uma terceira pessoa oferece o risco de transformar um estímulo neutro em curiosidade.

2. Tira o seu foco do presente

Arrumando brigas desnecessárias e se ocupando em imaginar o que o outro está pensando ou querendo, você deixa de ser feliz por medo de ser infeliz no futuro.

3. Não controla ninguém

Na vida, precisamos aprender a controlar o que é nosso. Ou seja, nossos pensamentos, sentimentos, ações e resultados. Por mais que, por ciúme, você tente controlar o par, stalkeando e fuçando em suas coisas, não adianta nada. Se o outro se interessar por alguém, não é a vigilância que vai impedir algo.

4. Afasta o outro

Por maior que seja a paciência, não há quem aguente alguém no pé o tempo todo. O outro precisa de espaço para respirar, coisa que o ciúme não dá. Isso pode levá-lo a duvidar se quer mesmo levar adiante uma relação tensa. Até mesmo suas melhores qualidades podem ficar em segundo plano, ofuscadas pela chatice.

5. Não evita a perda

Respeito é fundamental no relacionamento. Vale mais a pena direcionar as energias para coisas positivas do que viver o tempo todo de olho em possíveis "rivais" em torno do par.

6. Não apimenta a relação

Esse sentimento não torna o relacionamento mais forte, pelo contrário: ele o envenena aos poucos.

7. Nem sempre corresponde à realidade

O ciúme é uma reação à sensação e ao medo da perda. Não significa que aquilo é real.

8. Leva o outro a deixar de agir naturalmente

Quem é alvo de ciúme extremo sabe que alguns assuntos é até mesmo o nome de certas pessoas podem ser motivo de confusão. A consequência disso é que a pessoa abre mão da sinceridade, pois ninguém consegue se sentir livre e confortável sob pressão. Como construir uma relação verdadeira se o dia a dia de um dos dois precisa de filtro?

 

Fontes: Branca Barão, especialista em programação neurolinguística e autora do livro "8 ou 80 - Seu melhor amigo e seu pior inimigo moram aí, dentro de você" (DVS Editora); Sabrina Gonzalez, psicóloga e psicoterapeuta, de São Paulo; Suely Buriasco, mediadora de conflitos e coach, de São Paulo, e Thiago de Almeida, psicólogo especialista no tratamento das dificuldades do relacionamento amoroso, de São Paulo.