Universa

Menina que vive na rua viraliza no WhatsApp e grupo faz uma festa para ela

Reprodução/Facebook
Ana Luiza e a mãe, Eunice, celebram seu 10º aniversário Imagem: Reprodução/Facebook

Thamires Andrade

Do UOL

30/05/2017 17h00

Prestes a completar 10 anos, Ana Luiza de Souza tinha um sonho: uma festa com direito a bolo, doces e salgadinhos. No entanto, a menina que mora nas ruas de Salvador, na Bahia, com a mãe percebeu que não ia conseguir realizar seu desejo e, com a ajuda do comerciante Josenilson de Araújo Santos, gravou um vídeo pedindo doações para seu aniversário.

No vídeo, Ana Luiza conta que sua mãe, Eunice de Souza Ferreira, tinha juntado R$ 142 reais para comemorar seu 10º aniversário no dia 22 de maio embaixo de uma árvore, mas ainda faltava bolo, salgadinho e itens para decoração.

Josenilson divulgou o vídeo com o pedido nas redes sociais e pelo WhatsApp e ele chegou ao grupo de decoradoras “Festeiras do Bem”, que faz ações sociais.

“O vídeo dela nos comoveu muito. O jeitinho dela de pedir as coisas encantou a gente. Vimos que ela não tinha condições. Fui conhecê-la e sondar como ela queria a festa, qual tema, qual roupa e etc.”, contou Erika Souza, que faz parte do grupo que organizou a festa.

Segundo Erika, Ana Luiza logo escolheu como tema o desenho Princesa Sofia, pois a personagem lembrava uma amiga que ela não tem mais contato. “Tínhamos o plano de fazer uma festa debaixo da árvore, como ela queria, mas como em Salvador está chovendo muito, o plano B foi levar o aniversário para um buffet, no bairro de Pituba, que cedeu o espaço e a mobília”, contou.

A menina e a mãe, que ganha a vida a vida lavando carros nas ruas da cidade, também tiveram um dia no salão de beleza, com maquiagem, penteado e manicure.

No dia da festa, Ana Luiza chegou com os olhos vendados ao buffet e se emocionou muito com o momento. “A Ana Luiza amou a festa. Ela só esperava um bolinho e não tudo aquilo. Ela ganhou muitos presentes. Até um celular, mas infelizmente ela já foi roubada”, conta.

Toda decoração e docinhos da mesa foram feitos pelo grupo “Festeiras do Bem”. “Foi muito emocionante participar desse sonho. Não é todo dia que conseguimos ajudar alguém”, fala.

Erika fala que a história de Ana Luiza chamou atenção do Brasil e muita gente está querendo ajudar a mãe e a filha. “A mãe de Luiza tem transtorno mental, então, ela é mais arredia. Elas têm parentes, mas por algum motivo que não sabemos a Eunice prefere ficar na rua. A Luiza é uma criança dócil e está fora da escola desde o ano passado. Nossa prioridade é ir com cautela e convencer a mãe dela”, fala.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo