Universa

Entenda a "crise emocional" que fez Claudia Rodrigues ser internada

Reprodução/Facebook/claudiarodriguesoficial
A atriz Claudia Rodrigues foi internada após sofrer uma crise emocional Imagem: Reprodução/Facebook/claudiarodriguesoficial

Thamires Andrade

Do UOL

30/05/2017 15h16

A atriz Claudia Rodrigues foi internada na segunda-feira (29) no hospital Albert Einstein, em São Paulo, após sofrer uma crise emocional. Ela estaria desgastada psicologicamente por conta de problemas pessoais e deu entrada na instituição com desmaios, visão dupla e confusão mental. Claudia ainda está passando por exames.

De acordo com Sabrina Gonzalez, psicóloga clínica e hospitalar, a crise emocional, também chamada de surto emocional, se caracteriza quando o sofrimento interno psíquico é tão grande que ultrapassa os limites de que pessoa consegue lidar.

"Todos nós temos um limite para aguentar o sofrimento e as questões estressantes psicologicamente. Quando passamos dele, a gente entra em crise. É como se o nosso interior se quebrasse", explica.

Claudia Rodrigues passou por um transplante de células-tronco em 2015 para tratar a esclerose múltipla. Desde então tem feito tratamentos para melhorar as sequelas da doença.

E por que ela acontece?

Leonard Verea, psiquiatra formado pela Faculdade de Medicina e Cirurgia de Milão, na Itália, e especialista em Medicina Psicossomática e Hipnose Clínica, explica que as crises acontecem quando não conseguimos eliminar as tensões do dia a dia de forma natural.

"Todos nós acumulamos tensões que precisam ser eliminadas naturalmente. Uma pessoa equilibrada não é quem não acumula nada, mas, sim, quem consegue reciclar a tensão", fala.

Como as crises se manifestam?

Essas crises são um desajuste interno que o corpo não conseguiu reorganizar e podem se manifestar de muitas maneiras. Uma delas são as manifestações físicas, como foi o caso da atriz, que deu entrada no hospital passando mal e precisou passar por uma bateria de exames para descartar qualquer problema físico.

O psiquiatra explica que as crises se manifestam no corpo porque quem tem dificuldade para colocar essas tensões para fora acaba somatizando, ou seja, usando o próprio organismo como válvula de escape.

"Podemos somatizar essas emoções no aparelho digestivo, com refluxo, gastrite e úlcera. Também são comuns taquicardias e sentimento de ansiedade, medo, insegurança, fobia, pânico e depressão", explica Verea.

Nem sempre há sintomas físicos

No entanto, Sabrina fala que nem sempre as crises apresentam sintomas físicos. "No surto emocional,nem sempre o resultado será um desmaio ou perda a consciência. Um surto mais leve pode ser uma explosão de raiva”, fala.

A psicóloga explica que é normal passar por crises durante a vida, mas explica que situações mais graves, como a que levou a atriz a ficar internada, são mais raras. “Momentos estressantes e frustrantes estão aí, na vida. Não dá para fugir e, até certo ponto, nos estimulam a crescer. Esse desequilíbrio que faz com que um surto mais leve vire grave vem de muitos desgastes emocionais que a pessoa viveu ao longo da vida”, explica.

Tratamento e prevenção

Depois de fazer exames para descartar qualquer problema de saúde físico, como foi o caso de Claudia, Sabrina fala que o acompanhamento psicológico é fundamental para ajudar o paciente a se recompor.

"A Claudia também precisará do apoio de pessoas queridas", fala.

De acordo com Verea, uma das maneiras de prevenir essas crises é cuidar da própria autoestima e aprender a lidar com os altos e baixos da vida. “Nós somos, naturalmente, depressivos. Sempre o primeiro pensamento é o negativo. Para pensar positivo, precisamos nos concentrar e querer isso. É resultado de muito treino”, acredita.

A prevenção só é possível com o autoconhecimento, segundo Sabrina. “Todos temos capacidade de dar conta".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo