menu
Topo

Beleza

Seu cabelo está cada vez mais ralo? Veja 8 soluções para a perda de volume

iStock
Imagem: iStock

Debora Lublinski

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/05/2017 04h00

Quando o seu rabo de cavalo não é mais o mesmo -- ele fica murchinho, sem volume -- um sinal de alerta é disparado: "Socorro, por que estou com pouco cabelo?" Pode ser um problema que antecede a queda dos fios: o afinamento capilar.

Isso é cada vez mais comum entre mulheres de 30 a 40 anos. "Elas se queixam de fios ralos e também costumam enxergar alguns pontos sem cabelo, geralmente no topo da cabeça", diz a dermatologista Marina Barletta, especialista em tricologia pelo Hospital das Clínicas de São Paulo.

Para recuperar a vitalidade dos fios, o primeiro passo é saber o que está os deixando mais fininhos. "É importante diferenciar uma diminuição na quantidade de fios, o que indica um comprometimento do bulbo capilar, do cabelo danificado, quando somente as pontas estão afinadas", explica Alberto Cordeiro, dermatologista da Horaios Estética, em São Paulo, e especialista em tricologia pela Sociedade Brasileira do Cabelo.

Tendência genética, problemas hormonais, má alimentação e até estresse podem enfraquecer o folículo, que se torna incapaz de produzir um fio saudável. No caso de cabelos danificados, os vilões são as químicas, como clareamento, coloração e alisamento, além do uso intenso de secador, chapinha e babyliss.

Veja oito soluções para o problema:

1. Acabe com a caspa

Se o couro cabeludo está muito oleoso e descamando, a oxigenação e a distribuição de nutrientes ficam comprometidas. Com isso, os fios ficam mais finos e até caem. Vale investir em xampus formulados com ácido salicílico, cetoconazol e piritionato de zinco para tratar o problema.

2. Fuja do formol

Escova progressiva e outros alisamentos que usam o produto deixam o cabelo mais fino ."Todo mundo sabe que o formol danifica o fio, tornando-o poroso. O grande problema é que ele também atinge o couro cabeludo, destruindo as células que produzem a fibra capilar", adverte Ruth Damaris, cabeleireira visagista do salão Viss em São Paulo. Procure  alisamentos à base de tioglicolato e hidróxidos, menos nocivos.

3. Tenha alimentação equilibrada

Dietas muito restritivas prejudicam a saúde dos fios, pois faltam nutrientes para o bulbo capilar funcionar bem. Comer carnes magras, como peixe e frango, e alimentos como vegetais verde escuros, grãos e cereais deixam o cabelo mais bonito. Em alguns casos, vale tomar suplementos vitamínicos, como de biotina e ácido fólico -- mas apenas com recomendação do médico.

4. Fios porosos? Aposte na reconstrução

Se você exagerou na química e as pontas do cabelo estão fininhas, uma reconstrução é bem-vinda. À base de queratina, o tratamento repara fissuras e repõe a massa perdida no fio, reestruturando a fibra capilar de dentro para fora. Invista em hidratação após o procedimento, para deixar os fios mais macios, já que eles podem ficar duros por causa da queratina. 

5. Invista no detox capilar

Não é à toa que o tratamento está bombando nos salões: cabelo bonito só nasce em couro cabeludo saudável. "A limpeza profunda remove impurezas, como resíduos de cosméticos e poluição, e potencializa a entrada dos nutrientes", acredita Renata Souza, especialista em tratamentos naturais do SpaDios, em São Paulo. O peeling capilar é outro procedimento com a mesma proposta: uma esfoliação suave no couro cabeludo melhora a oxigenação e estimula o bom funcionamento do bulbo capilar.

6. Apele para o laser

O laser é um dos mais novos recursos para reverter o afinamento capilar e também a queda. Existem dois tipos: o de baixa intensidade de diodo + Led, que aumenta a vascularização no couro cabeludo e a chegada de nutrientes, e o Fotona, que diminui o envelhecimento das células do couro cabeludo. "Com essa última tecnologia, a cada dez folículos que não estavam ativos, três ou quatro voltam a funcionar", aponta o dermatologista Alberto Cordeiro. Os dois tratamentos são feitos nos consultórios dermatológicos e levam entre três e cinco sessões.

7. Estimule o couro cabeludo com microagulhamento

Com um rolinho cheio de microagulhas, o dermatologista faz diversos furos no couro cabeludo. Isso estimula o crescimento dos fios, pois libera sangue com plasma rico em fatores de crescimento. Com os furinhos abertos, o médico aplica no couro cabeludo um medicamento estimulante, que será mais bem absorvido e terá mais resultado.

8. Use cosméticos específicos

Uma nova geração de produtos já leva em conta a importância de se tratar o couro cabeludo para ter fios fortes e saudáveis. É o caso dos xampus esfoliantes, que removem as células mortas e os resíduos de cosméticos e, com isso, melhoram a oxigenação dos folículos e a entrada de nutrientes. Há também loções com o mesmo objetivo, bem como máscaras e finalizadores que ajudam a encorpar os fios.
 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!