menu
Topo

Universa

Ashley Graham lança livro e fala sobre abuso sexual e racismo

Reprodução/Instagram
Ashley lançou um livro para falar sobre sua vida pessoal e carreira Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL

10/05/2017 12h27

A modelo Ashley Graham está com tudo! Além de ter sido eleita pela revista “Time” como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, a modelo plus size americana acaba de lançar o livro “A New Model – What Confidence, Beauty and Power Really Look Like” (“Uma nova modelo – A verdadeira aparência da confiança, beleza e poder”, em livre tradução).

No livro, ela conta detalhes sobre sua vida e carreira, como a relação ruim com o pai, além de revelar que já sofreu abuso sexual e enfrentou preconceito dentro da própria família por casar com um homem negro.

A modelo conta na publicação diversas histórias de relacionamentos e afirma que foi encurralada por um amigo da família que se insinuou sexualmente para ela quando ela tinha 10 anos.

Em entrevista à revista norte-americana “Cosmopolitan”, Ashley conta que decidiu revelar essas histórias dolorosas, porque muita gente que passa por isso não sabe o que fazer. “Eu não sabia o que fazer naquele momento. Talvez se eu tivesse lido um livro sobre uma menina que passou por algo semelhante, eu diria: ‘Pare com isso, isso não é certo!’, ou contado para minha mãe, que lidaria com o problema”, afirmou à publicação.

No livro, ela também aborda o racismo. A modelo se casou com o cineasta Justin Ervin em 2010 e o início do relacionamento dos dois não foi fácil, já que a avó dela nem falava com Justin quando ela o conheceu. “Minha avó era uma mulher branca ignorante, que nunca conviveu com pessoas negras”.

Ela, no entanto, fica feliz do cineasta ter lidado com a situação, deixando o orgulho de lado e insistindo em construir essa relação, já que família é algo muito importante para o casal. Ashley lembra que ele disse: “Racismo nunca é surpreendente, mas é sempre uma decepção”.

Ela também não deixa de falar no livro sobre a importância dos pais na construção da autoestima. Enquanto sua mãe deu várias lições para ela sobre como aceitar seu próprio corpo, seu pai, por sua vez, era muito crítico e chegava até a concordar com os agentes que mandavam a modelo emagrecer.

O livro de Ashley Graham acabou de ser lançado nos Estados Unidos e já pode ser adquirido em inglês.

Mais Universa