Universa

Dado Dolabella faz refeição vegana para filha; pode isso?

Reprodução/Instagram
Ana Flor aprovou a refeição vegana feita por Dado Imagem: Reprodução/Instagram

Thamires Andrade

Do UOL

03/05/2017 14h02

Dado Dolabella é adepto do veganismo e publicou um vídeo em suas redes sociais preparando uma refeição vegana para a filha, Ana Flor, de seis anos. A menina ajuda o pai a preparar o cardápio composto de tofu grelhado com queijo nomoo e um monte fuji de cogumelo branco.

A polêmica

Ana Flor aprovou a refeição e Dado já afirmou em várias entrevistas que sua filha também é adepta do veganismo, como ele. Mas, afinal, eliminar qualquer produto de origem animal da alimentação, como carne, peixe, frango, leites e ovos, desde cedo, faz bem para saúde?

Pode isso?

Segundo Nelson Douglas Ejzenbaum, pediatra membro da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), neonatologista e homeopata infantil, não existe nada que proíba uma criança de ser vegana, no entanto, o especialista só recomenda esse tipo de alimentação a partir dos dois anos.

"O leite ainda é muito importante para a criança até essa idade. A partir de um ano de idade, já dá para ser adepto do vegetarianismo, mas o veganismo eu só recomendaria depois dos dois anos por causa do cálcio, oriundo do leite", fala.

Acompanhamento próximo

Caso os pais sejam adeptos do veganismo e também queiram que seus filhos sigam o mesmo tipo de alimentação, o único cuidado necessário é ter o acompanhamento de um pediatra e de um nutricionista desde cedo, já que a criança precisará usar suplementos.

"Existem algumas vitaminas e minerais que só encontramos em alimentos de origem animal, como B12, por isso, a criança precisará receber essa suplementação para se desenvolver bem", explica Larissa Marconi Branco, nutricionista da Estima Nutrição, consultoria nutricional com enfoque em nutrição materno-infantil.

Além disso, a criança também precisará fazer mais exames para verificar se seu desenvolvimento está dentro do adequado e esperado.

Larissa explicou que o cardápio servido por Dolabella para a filha no jantar era adequado e composto por substitutos saudáveis. “O tofu, os cogumelos e o palmito são boas opções para quem quer trocar a proteína da carne. Já o queijo de leite de castanha também é um ótimo substituto do tradicional”, fala.

Além de estimular que a criança consuma folhas para manter a alimentação o mais saudável possível, a nutricionista da Estima Nutrição explica que é importante que as crianças veganas tenham um planejamento alimentar que contemple todos os nutrientes necessários. “Toda criança no fundo precisa ter um, mas a vegana principalmente... É importante dar preferência para os grãos e evitar os doces, assim como as crianças não-veganas”, diz.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo