Topo

Universa


Universa

Esquentar maquiagem para "inventar" produtos novos, está liberado?

Reprodução/Instagram
No Instagram, blogueira esquenta batom quebrado com vela Imagem: Reprodução/Instagram

Thamires Andrade

Do UOL

2017-04-23T04:00:00

23/04/2017 04h00

Muitas youtubers que fazem tutoriais de maquiagem têm apostado no isqueiro e na vela para “criar” novos produtinhos de beleza e até para facilitar a aplicação de alguns produtos, como bases em bastão e cílios postiços. Mas essas artimanhas são permitidas do ponto de vista da saúde? Não. De acordo com dermatologistas ouvidos pelo UOL, essas misturinhas e "adaptações criativas" podem causar problemas para a pele e, por isso, devem ser evitadas.

“Quando esquentamos um produto, suas características físico-químicas originais são alteradas, até a validade da maquiagem pode ser modificada ao esquentá-la. É preciso ter cautela”, afirma Thais Sakuma, assessora do Departamento de Cosmiatria da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia).

De acordo com Claudio Wulkan, dermatologista da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) e do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, as reações do produto na pele são imprevisíveis, já que o fabricante só fez testes dermatológicos em sua condição natural.

“A marca não fez um teste de como o batom fica ao virar de sólido para pastoso, por exemplo. A alteração das condições físico-químicas do produto pode gerar vários processos alérgicos ou irritativos, como as dermatites de contato”, explica Wulkan.

Segundo Thais, as dermatites causam irritações na pele e podem aparecer imediatamente após a aplicação do produto ou em até 48 horas. “Tudo depende da pele. Tem pessoas que já são mais sensíveis e sucessíveis a irritações e alergias”, explica.

Resolveu usar o isqueiro para algum desses truques e sentiu algum incômodo? Wulkan indica remover o produto imediatamente e, se a alergia for leve, esperar por uma resolução espontânea. “No entanto, se for algo intenso, é preciso buscar um dermatologista para avaliar se é só um processo alérgico ou se houve alguma inflamação. Às vezes, a coceira facilita o processo inflamatório, então, o médico será capaz de avaliar isso”, diz.

Outro risco existente, segundo Thais, é o de queimaduras, principalmente nos casos de quem esquenta a cola dos cílios postiços para facilitar sua aplicação nas pálpebras.

Ainda que Wulkan reconheça que o risco desses problemas acontecerem não é muito grande, como dermatologista, ele não recomenda esses truques. “Pode não acontecer nada e a brincadeira de transformar a maquiagem com o isqueiro ser divertida. No entanto, o risco deve ser levado em consideração na hora da experiência e eu, como dermatologista, recomendo que não seja feito”, diz.

 

Mais Universa