Universa

Reinaldo Gottino investe em reeducação alimentar e quer chegar aos 90 kg

Arquivo Pessoal
Reinaldo Gottino, em 2009, com 143 kg, e agora, com 110 kg Imagem: Arquivo Pessoal

Eligia Aquino Cesar

Colaboração para o UOL

14/04/2017 04h00

Engorda, emagrece, aumenta de peso de novo, faz dieta, volta a ganhar os quilos. Assim foram oito anos de luta contra a balança enfrentados pelo apresentador do "Balanço Geral", Reinaldo Gottino, que recorria a dietas milagrosas e remédios para emagrecer. De um ano para cá, ele investiu na reeducação alimentar, voltou a fazer atividade física, se livrou do "efeito sanfona" e hoje, com 110 kg, diz ter mais disposição.

“Você precisa virar a chave. O legal é perder um pouco por vez, e não tudo em um mês ou dois. Isso é furado! Resolvi apostar em alimentação saudável com esporte. Faço meia hora de caminhada por dia e jogo futebolzinho quando dá. Hoje, durmo melhor, acordo melhor, me vejo melhor no espelho. Vivo melhor”, afirma o âncora da TV Record, que eliminou 13 quilos no último ano. O objetivo é perder mais 20 e chegar aos 90 kg até o fim de 2017.

O cardápio do apresentador é rico em alimentos integrais e frutas, com poucos carboidratos. No almoço e no jantar, ele não abre mão da salada com grelhado. “Como a cada três horas e tento não sair do planejamento. Se vou a um evento, por exemplo, tomo água”. Gottino deixa o chocolate -- uma de suas paixões -- e doces para momentos especiais. “No fim de semana, dou uma relaxada. Tomo um vinhozinho, como uma sobremesa. Mas não saio muito da linha. Em alguns momentos, me permito. Não meto o pé na jaca de vez, se não eu coloco tudo por terra”, argumenta.

"Efeito sanfona"

A luta do apresentador contra a balança começou em 2009 quando Gottino chegou a pesar 143 kg. Para tentar perder peso, ele recorreu a muitas dietas, como as da sopa, do suco, do Vigilantes do Peso e até tomou remédio para emagrecer. “Foram mais ou menos cinco anos usando medicamentos. Quando eu parava, voltava tudo. E você fica dependente daquilo”.

Após diversas tentativas frustradas de perder peso, em 2012, ele resolveu colocar balão gástrico pela primeira vez. Na época, o apresentador descobriu também que estava com esteatose hepática (gordura no fígado) e o excesso de peso lhe provocava dores nos joelhos, tornozelos e o impedia de fazer atividade física. “Resolvi colocar o balão como medida para reeducação alimentar. Caí para 120 kg em seis meses. Funcionou muito bem, mas depois que você tira o balão é normal engordar um pouco e depois estabilizar.”

Sofrendo com o “efeito sanfona”, um ano e meio depois o apresentador recolocou o balão gástrico. Porém, a perda de peso não foi tão efetiva quanto da primeira vez: “O médico me disse que o corpo vai se acostumando. Perdi só dez quilos e não foi tão legal. Quando retirei o balão, estava com 120 kg. Voltei a engordar e cheguei a 123 kg”.

Essa instabilidade o fez resolver mudar de uma vez por todas. “Na TV, você tem de estar bem. Aquela situação de ficar dois, três meses fazendo dieta para perder e depois ganhar tudo em uma semana estava me irritando muito", conta. Gottino buscou ajuda de um médico e de um nutricionista para ter seu cardápio remodelado. "Tenho um médico que me acompanha, e ele me disse que não adiantava ficar nessa de engorda e emagrece, que eu teria mesmo de rever as minhas atitudes”. Hoje, o apresentador se sente leve e motivado para atingir seu objetivo final: os 90 kg, peso que tinha em 2000.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo