Topo

Universa


Universa

A comemoração de um casal que está prestes a adotar um filho (ou mais)

Adriana Nogueira

Do UOL

2017-04-10T12:58:47

10/04/2017 12h58

Depois de um ano cumprindo a burocracia para adotar, o casal de enfermeiros Bruno Batista da Silva e Bruna Crissie Paes de Moraes Silva, de Nilópolis (RJ), resolveram celebrar o status de aptos no Cadastro Nacional de Adoção com um vídeo, no qual compartilham a boa notícia com a família e amigos. A gravação foi postada na página de Bruno no Facebook em 31 de março e teve, até esta segunda-feira (10), quase 4.000 visualizações e 500 reações.

“Agora estamos à espera do telefonema de que podemos buscar nosso filho ou filhos. É o nosso parto e pode acontecer a qualquer momento”, afirma Bruno, acrescentando que ele e a mulher deixaram em aberto a possibilidade de adotar irmãos. “Não escolhemos nem etnia nem sexo, só pedimos que fosse uma criança entre zero e quatro anos.”

Segundo o enfermeiro, a ideia de fazer o vídeo veio de um blog que eles seguem, o “Gravidez Invisível”. “É uma burocracia muito extensa e cansativa [até se alcançar a condição de apto para a adoção]”, diz Bruno, que, entre namoro, noivado e casamento, está com Bruna há 11 anos.

O desejo de adotar era comum aos dois, que já falava sobre o assunto antes mesmo de casar. E Bruno fala que, independentemente de quantas crianças forem adotadas, ter um filho biológico ainda é uma possibilidade na vida deles.

“Depois de três anos de casados, a gente começou a tentar ter filho, e a gravidez não acontecia. Fiz exames e descobri que o problema estava do meu lado. Comecei um tratamento com remédio, que não deu certo. O próximo passo seria fazer uma investigação mais detalhada e talvez uma fertilização in vitro. O que está fora das nossas possibilidades financeiras, por enquanto.”

A despeito da dificuldade de uma gravidez natural, Bruno e Bruna seguem tentando uma gestação. E se gravidez e adoção acontecerem ao mesmo tempo? “Vai ser ótimo. Sempre esteve nos nossos planos termos três filhos”, afirma o enfermeiro.

Mais Universa