menu
Topo

Beleza

Novo tratamento com água termal hidrata cabelos e recupera couro cabeludo

Claudio Paulino/Divulgação
Gelo de água termal é usado em tratamento no Studio Tez, em São Paulo Imagem: Claudio Paulino/Divulgação

Andressa Zanandrea

Do UOL, em São Paulo

28/03/2017 04h00

Amplamente recomendada por dermatologistas, a água termal tem propriedades calmantes, hidratantes, antioxidantes, tonificantes, cicatrizantes e anti-inflamatórias graças aos seus componentes e grau de pureza. Seu uso vai além da pele -- a nova onda é usá-la também nos cabelos e no couro cabeludo.

Os salões de beleza já oferecem tratamentos em que o produto, rico em minerais e oligoelementos, como cálcio, selênio e zinco, é usado. Nas prateleiras de farmácias e perfumarias, também é possível encontrar versões além das tradicionais, em aerossol: fabricantes de cosméticos já oferecem xampus, condicionadores e finalizadores com água termal na composição.

Os minerais e o pH alcalino ajudam na reestruturação e na hidratação dos fios. "As cutículas ficam mais fechadas, hidratadas e tonificadas. Quando se equilibra o pH, as células ficam mais íntegras e conectadas; os fios ficam reestruturados. Os minerais deixam os cabelos mais macios e fortalecidos", explica a dermatologista Aline Vieira.

Tratamento contra oleosidade e psoríase

O produto pode ser usado por qualquer pessoa, várias vezes ao dia, sem restrições e em qualquer tipo de cabelo, segundo a dermatologista Ana Carolina Mansur, da clínica Daia Venturieri, de São Paulo. Em alguns casos, a médica recomenda também as versões com enxofre. "São ótimas para tratar psoríase, seborreia e ajudar no controle da oleosidade", defende.

As dermatologistas ensinam diferentes formas de se usar a água termal pura: use diretamente nos fios, deixando-os secar naturalmente ou com ajuda do secador; misturado ao leave-in ou à máscara; na praia ou na piscina, antes de se expor ao sol, seguida de produto com filtro solar, e depois, para tirar o sal e o cloro; e nos cabelos secos, durante o dia, para domar o frizz.

O osmólogo Fernando Amaral, especialista em cosmética natural, tem outra dica: misturar água termal e argila -- encontradas em farmácias de manipulação --, formando uma pasta, e aplicá-la no couro cabeludo para desintoxicá-lo. "Deixe uns 15 minutos e depois lave bem. Isso ajuda a desintoxicar os resíduos de sebo ou químicos", indica.

Nos salões, a moda é gelo de água termal 

A tricologista Marcela Buchaim, idealizadora do Spa do Cabelo, no StudioTez, de São Paulo, criou o Hair's Thermal Shock. Nesse tratamento, os fios são aquecidos para a aplicação e penetração de ativos como aminoácidos, vitaminas e minerais, para melhorar a reparação da fibra capilar. Em seguida, ocorre um choque térmico com gelo de água termal: a temperatura de 30 graus cai para menos de 1 grau, para fechar a fibra e blindar os fios. O tratamento leva, em média, uma hora e custa R$ 390. “No choque térmico, a cutícula é fechada. O resultado é o brilho intenso”, explica.

No Rio de Janeiro, a terapeuta capilar Ana Paula Gomes, da Ophicina do Cabelo, usa água termal no Tratamento Hidrolipídico, que tem o objetivo de fortalecer e revitalizar os cabelos. "Ela entra na hora que está hidratando com a máscara, para encapar a fibra capilar. Depois do enxágue, coloco-a novamente para poder secar, para proteger do calor", diz. São usadas vitaminas e extratos naturais no procedimento, que leva 40 minutos e custa R$ 380.