Universa

Cãozinho abandonado ganha abrigo em convento e vira "Frei Bigodes"

Reprodução/Facebook
Frei Bigodes e os monges Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL

06/03/2017 07h34

Há quatro meses o Convento de São Francisco, em Cochabamba (Bolívia), conta com uma presença fofa e inusitada: um cão da raça schnauzer. Batizado de "Frei Bigodes", o animalzinho foi resgatado pelo padre Kasper Kapron e a história deste encontro viralizou nas redes sociais durante o fim de semana.

Segundo o jornal boliviano "La Razón", o pet ganhou até um uniforme e aparece nas imagens divulgadas usando a vestimenta típica dos frades da ordem. Um dos monges do convento resumiu a chegada de Frei Bigodes: "Se existem homens que excluem a qualquer das criaturas de Deus do abrigo da compaixão e da misericórdia, haverá homens que tratam seus irmãos da mesma maneira".

Rerpodução/Facebook
Imagem: Rerpodução/Facebook

As manifestações de apaixonados por animais foram imediatas e carinhosas. São Francisco de Assis é conhecido como o santo protetor dos animais e, para muitos entusiastas da causa nas redes sociais, aprovaria a atitude dos monges do convento, que está na cidade boliviana desde 1581.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo