menu
Topo

Universa

Meryl Streep diz que Karl Lagerfeld estragou sua aparição no Oscar 2017

Getty Images
Meryl Streep escolheu vestir peça da grife Elie Saab para o Oscar 2017 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

27/02/2017 01h14

Dois gigantes de suas áreas de atuação estão em pé de guerra: Meryl Streep e Karl Lagerfeld. É que a atriz resolveu não usar um vestido da Chanel na premiação do Oscar 2017 --cuja edição marca a 20ª indicação da sua carreira-- e o estilista a acusou de cobrar para aparecer com uma roupa da grife no tapete vermelho.

Na quinta-feira (23), Lagerfeld, que é o diretor criativo da marca francesa, falou ao site WWD (Women’s Wear Daily) que depois de ter solicitado uma peça para o evento, Streep teria desistido para usar a de outra grife --que estaria disposta a pagá-la.

O time de representantes da atriz logo se posicionou negando as acusações e afirmando que receber dinheiro em troca do uso de roupas nos tapetes vermelhos vai contra as questões éticas da artista.

O estilista, então, pediu desculpas, explicando que havia "entendido errado que a senhora Streep poderia ter escolhido outro estilista devido à remuneração" e afirmou estar arrependido pela polêmica. 

A atriz, no entanto, não se deu por satisfeita. "O 'comunicado' genérico do senhor Lagerfeld de arrependimento por sua 'polêmica' não foi um pedido de desculpas"", disse ela, alegando que o alemão difamou também seu stylist e a grife Elie Saab, que acabou escolhendo para a premiação. "Essa falsa acusação sujou minha aparição no Oscar na circunstância da minha 20ª indicação e eclipsou essa honra aos olhos da mídia, dos meus colegas e do público. E eu não vou levar isso numa boa. "
 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa