Topo

Universa

Cantora sofre ataque na internet após desabafo sobre aborto

Reprodução/Instagram/lilyallen
Imagem: Reprodução/Instagram/lilyallen

do UOL

27/02/2017 13h48

Ao publicar um desabafo sobre o aborto que sofreu há seis anos, a cantora britânica Lily Allen imaginou que ajudaria outras mulheres compartilhando sua história. Ao invés disso, a artista se tornou alvo de ataques de internautas que a fizeram se afastar das redes sociais.

Em 2010, Lily teve a gravidez interrompida aos seis meses, após entrar em trabalho de parto pré-maturo. A cantora relembrou o episódio no Twitter, no sábado (25) revelando que até hoje sofre com o trauma. O texto foi seguido por ataques de haters, que a acusaram de ser a culpada pela perda do bebê. “Você colheu o que plantou”, comentou uma seguidora no post. “Usar drogas durante a gravidez não ajuda”, disse outra.

Em resposta, Lily contou detalhes do que aconteceu. “Eu não fiz um aborto, eu entrei em trabalho de parto adiantado e meu filho morreu com o cordão umbilical envolta do seu pescoço”. Ela falou ainda que passou a ter estresse pós-traumático devido ao ocorrido, mas os seguidores não ficaram sensibilizados e seguiram com o ataque.

Após o ataque, Lily decidiu se afastar das redes sociais. ”Minha timeline está cheia de porcarias nojentas, sexistas, misóginas e racistas. Realmente, novos níveis. Eu não sou masoquista”, escreveu em sua última postagem no Twitter.

Um amigo da cantora está cuidando da conta da artista e bloqueando comentários agressivos.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa