Topo

Universa


Universa

Prefeitura de SP pede que se ignore agressões no Carnaval e causa polêmica

Reprodução/Facebook
Campanha da Prefeitura de São Paulo sugeria ignorar agressões no Carnaval Imagem: Reprodução/Facebook

2017-02-23T19:22:58

23/02/2017 19h22

A página da Prefeitura de São Paulo fez um post no Facebook dizendo que, para evitar brigas na festa, a solução seria "deixar pra lá e sambar na cara da sociedade". Acompanhado de #CarnavalSemAssédio, o post foi bombardeado com críticas negativas. 

A publicação, feita no dia 22, dizia: “Bater de frente não tem que ser só tiro, porrada e bomba. O negócio é deixar pra lá e sambar na cara da sociedade, porque briga no carnaval não está com nada. Aproveite para marcar a sua amiga ‘Jéssica’ e avisar que agora é só paz, amor e folia! #ExisteFoliaEmSP #CarnavalSemAssédio”.

Entre as centenas de comentários de internautas, há também reclamações do meme usado para divulgar a campanha, retirado de um vídeo de briga entre duas adolescentes na porta de uma escola. Outro ponto criticado é o fato da mensagem se referir apenas às mulheres, já que havia a imagem da garota e pedia para que marcassem as amigas.

A repercussão negativa fez a Prefeitura postar outra peça nesta quinta-feira (23), se retratando. "Pedimos desculpas a todos que se sentiram ofendidos. A Prefeitura de São Paulo repudia qualquer atitude de assédio, agressão ou violência e incentiva as vítimas a não se calarem”.

 

Mais Universa