Topo

Carreira e finanças

Trabalhar de casa pode deixar você ainda mais estressado, diz estudo

Getty Images
Estresse causa gastrite Imagem: Getty Images

Do UOL

17/02/2017 09h28

Fazer da sua casa um escritório pode ter algumas vantagens, como trabalhar de pijama e fazer intervalinhos quando quiser sem cara feia de colegas e chefe, mas um relatório da Organização Internacional do Trabalho revela que nem tudo é paz e sossego no “home office”.

A pesquisa foi feita com empregados de 15 países diferentes (incluindo Brasil) em diferentes tipos de trabalho em casa - de pessoas que ficam o tempo todo conectadas até aquelas que usam essa modalidade uma vez por semana e mesmo aqueles que trabalham de vários lugares -.

Segundo as entrevistas, 41% dos funcionários que trabalham sempre de casa relataram algum nível de estresse contra 25% dos que estão todo o tempo nos escritórios. No primeiro grupo, 42% relataram insônia, enquanto 29% do segundo grupo declararam o mesmo problema. Aqueles que fazem as tarefas de casa ocasionalmente reportaram volume de trabalho e execução mais equilibrados.

A explicação é simples. Quem trabalha de casa tende a estender as funções por mais horas, por mais facilidade de procrastinar e passar do limite de horas extras para respeitar prazos.

Jon Messenger, um dos autores do relatório, disse à agência AFP que trabalhar dois ou três dias por semana de casa parece ser o ponto ideal, de acordo com as conclusões do estudo.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!