Topo

Universa

Menina de dez anos tem mais de 7.000 baratas como animais de estimação

Do UOL

08/02/2017 12h04

“Meu nome é Shelby Counterman e coleciono baratas” é assim que a menina --que vive na cidade de Rogers, em Oklahoma, nos Estados Unidos—apresentou-se no programa “My Kid’s Obsession”, exibido pelo canal a cabo TLC, no fim de janeiro.

A menina tem dez anos e, desde um ano e meio, queria ganhar os insetos dos pais. “Como qualquer boa mãe, eu disse não, mas, quando ela tinha três anos, pediu de novo. Não tinha perdido a paixão”, contou a mãe de Shelby, Meg Counterman, ao site “Tulsa World”.

Meg falou que decidiu atender a filha ao ouvir um conselho de Robert Gibbs, coordenador de educação de Rogers. “Ele falou que ela nunca alcançaria todo o seu potencial se eu a segurasse”, disse ela, que não queria passar à menina seu medo de insetos e cobras.

Foi no aniversário de três anos da menina que ela, finalmente, ganhou as cinco primeiras baratas, compradas em um pet shop, segundo a mãe.

Hoje, a coleção tem mais de 7.000 exemplares desses insetos, conquistados com uma pequena travessura. Ela misturou machos e fêmeas, sem o conhecimento dos pais.

As baratas vivem em recipientes fechados espalhados por vários cômodos da casa, inclusive o quarto do irmão mais novo da menina, Bryce. Eles servem como alimento para outros bichinhos pouco usuais da garota, os lagartos Boomerang e Sandy e uma tarântula.

Para o “Tulsa World”, Shelby, que quer ser cientista, disse ter seus motivos para colecionar baratas: “Quero ensinar às pessoas que as baratas não são malvadas nem assustadoras como alguns outros insetos”.

A mãe da garota disse que o fato de Shelby sofrer de uma dolorosa condição neurológica chamada fibromatose, que a fez desenvolver uma deformidade na espinha, pode ter feito com que não resistisse ao desejo da filha. “Talvez saber que ela tem outros obstáculos na vida me tornou aberta a deixá-la explorar outros caminhos.”

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa