Topo

Universa

Homem tatua gato de estimação e causa revolta na Rússia

Reprodução / ngzt.ru
Ativistas desaprovam a prática Imagem: Reprodução / ngzt.ru

Do UOL, em São Paulo

03/02/2017 14h57

Alexander Purtova causou a ira de uma entidade de defesa dos animais ao fazer tatuagens em seu gato doméstico, da raça Sphynx – caracterizada pela pouca quantidade de pelos no corpo. Ao site ngzt.ru, o tatuador afirmou sentir pena do bicho, por não ser sua vontade ter uma tatuagem. No entanto, contemporizou: "Elas são aplicadas de forma diferente, pois o gato é anestesiado com uma injeção, cai no sono, e só aí que faço o desenho."

Segundo o russo, o Sphynx geralmente "se sente bem e tem recuperação rápida”. Tanto que já ganhou outros quatro desenhos na pele. Para Purtova, esta é uma prática normal e muito antiga, pois era feita para marcar os animais e mostrar que eles pertenciam a determinado dono. "Como marcar vacas no pasto é normal, mas tatuar um gato não é ético?", questionou durante entrevista.

Reprodução / ngzt.ru
Alexander Purtova e sua esposa são os donos do gato Imagem: Reprodução / ngzt.ru

A ativista pró-animais Yelizaveta Skorynina ressaltou para a mesma publicação que fazer uma tatuagem já é um processo doloroso em humanos e que nos animais se torna ainda mais difícil. Ela desaprova totalmente a atitude do tatuador por colocar a saúde do gato em risco. Segundo a ativista, além da sensibilidade da pele dos animais dessa raça, a anestesia pode ser nociva aos felinos:

"Apesar de desligar os movimentos do gato, seu cérebro continua funcionando. Se isso for recorrente, pode afetar o coração do animal. Em comentários sobre o vídeo, quase todos os usuários de redes sociais reagiram negativamente à tatuagem no gato, acusando seus proprietários de crueldade.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa