menu
Topo

Relacionamentos

Aplicativo de paquera permite que mulheres cobrem por encontro amoroso

Divulgação
No Ohlala, homens colocam quanto estão dispostos a pagar por encontros de durações variadas Imagem: Divulgação

Do UOL

17/11/2016 13h25

Imagina ganhar dinheiro por aquele encontro furado que marcou pelo Tinder ou Happn? O aplicativo de paquera Ohlala permite que mulheres cobrem para encontrar parceiros que conheceram na plataforma. 

Criado pela alemã Pia Poppenreiter, o aplicativo foi lançado em agosto de 2015 inicialmente em Berlim, na Alemanha. Atualmente, atende outras cidades alemãs e Nova York, nos Estados Unidos. 

Na plataforma, os homens colocam quanto estão dispostos a pagar por encontros de durações e em horários variados. As mulheres, então, puxam papo com os "candidatos" e têm 21 minutos de conversa para "negociar" os termos da saída, que pode ter ou não sexo.

O Ohlala recebeu críticas ao redor do mundo por, teoricamente, facilitar a prostituição, chegando a receber a alcunha de "Uber para garotas de propaganda". Poppenreiter, no entanto, defende que a plataforma é, na realidade, uma versão melhorada do Tinder.

"Quem quer encontrar o amor da sua vida não deve usar o Ohlala, mas se quiser ter diversão por um período determinado e ainda receber por isso, o aplicativo é o lugar certo", falou a empresária ao site norte-americano "Bustle". 

O aplicativo --disponível para os sistemas operacionais iOs e Android-- não tem previsão para ser lançado no Brasil. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!