Topo

Moda

Em jardim francês, Samuel Cirnansck homenageia o exagero dos vestidos rococós

Alexandre Schneider/UOL
Modelo em vestido rococó de Samuel Cirnansck Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Editora de UOL Estilo

22/06/2008 20h58

Um belo jardim francês, fundo de vegetação verde, chão de pedrinhas, flores em grandes vasos pelo caminho. Cenário de época, roupas históricas; a inspiração de Samuel Cirnansck para sua coleção do verão 2009 de vestidos de festa é o estilo rococó do século 18. Celebrando o exagero e o ecletismo do período, o estilista criou vestidos que oscilavam entre os longos de princesas ao estilo contos de fada, versões curtas dos modelos históricos e reinterpretações contemporâneas não tão bem-sucedidas dos frufrus do período.

O tom de pele na cartela de cores e o corselete na modelagem costuraram a coleção, que começou com os vestidos mais curtos, em pele. Nas saias, franzidos formavam volumes fofos, que acentuavam a cintura bem ajustada pelos corseletes tomara-que-caia. Os cabelos, a maquiagem esbranquiçada, os enfeites remetiam diretamente à rainha Maria Antonieta, representante mais famosa do estilo do século 18 (ela não foi citada, porém, como uma das referências da coleção). Para representar a versão contemporânea da realeza, a princesa e modelo Paola de Orleans e Bragança desfilou um dos vestidos curtos do estilista.

Depois da série em pele, vieram os florais, em alguns modelos inteiros mais ajustados, em estampa esmaecida. Em seguida, a estampa de onça, a parte menos feliz da coleção, em que a estamparia não dialoga nem com a referência histórica nem com os ares de princesinha contemporânea que o estilista deseja imprimir à coleção.

No final, os longos com belos momentos, como o tomara-que-caia com estampa estilo decoração, listrado, e outros mais na linha "figurino" encerraram a apresentação.

 

SPFW: Samuel Cirnansck propõe vestidos e flores para o verão
COMENTE E ENVIE O VÍDEO

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!