Topo

Moda

UMA busca tecidos de coleções passadas para vestir o próximo verão

Alexandre Schneider/UOL
Vestido coral com trabalho de volumes e repuxados do desfile da UMA Imagem: Alexandre Schneider/UOL

FERNANDA SCHIMIDT<br>Do prédio de Bienal

18/06/2008 17h53

A grife UMA, da estilista Raquel Davidowicz, procurou materiais já utilizados em outras temporadas para reaproveitá-los em looks de ar artesanal mostrados nesta quarta-feira (18), no São Paulo Fashion Week.

De cara, a trilha sonora do desfile, serena, com "The Greatest", de Cat Power, serviu quase como terapia para acalmar os nervos agitados de assessores, imprensa e convidados, que procuravam um lugar na salinha pequenina e movimentada.

Os tecidos, reutilizados, ganharam texturas de cera (na abertura, com vestidos e o top desfilado por Bruna Sotilli), brilho (em peças com repuxados provocados pela aplicação de elásticos), rebarbas (com tirinhas revestindo blusas e vestidos) e aspecto amassado (especialmente em calças masculinas). A sobreposição de tecidos criava volume mais amplo nas saias, que também pôde ser observado em bermudas e calças folgadas na linha feminina.

O preto permeou toda a coleção, recebendo o acompanhamento de outras cores ao longo do desfile - na ordem: laranja coral, azul royal, verde e cinza - para terminar no branco total, em vestido acinturado de tirinhas com a modelo Daiane Conterato, que desfilava puxando bolas de tecido presas em espécies de redes de pesca.

Os looks masculinos seguiram um mesmo padrão, com a combinação de calças mais ajustadas com a barra dobrada, pouco abaixo do tornozelo, ao lado de camisas e camisetas. Cintos, tênis, sapatos e óculos de sol com hastes coloridas complementavam os rapazes.

 

SPFW Verão 2009 - UMA
COMENTE E ENVIE O VÍDEO

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!