Topo

Universa

Forum desfila na casa de Tufi Duek, com obras de arte, aroma de rosas e Chanel

Alexandre Schneider/UOL
Modelo desfila look de inverno da Forum no SPFW Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Editora de UOL Estilo

16/01/2008 15h37

Marca da "velha guarda" da moda brasileira, aquela que todo mundo conhece e da qual todo mundo queria ter uma calça jeans e uma camiseta quando era adolescente nos anos 80, 90 (no caso, os que eram adolescentes, claro), a Forum tem vendido a imagem de grife de marca de qualidade, sensual e antenada com a moda ao mesmo tempo, já faz alguns anos. Como veterana, foi no clima de "maison" que a grife de Tufi Duek abriu, oficialmente, a edição Inverno 2008 do São Paulo Fashion Week.

O empresário, responsável pela direção de estilo da marca, resolveu criar um clima "intimista" (em suas próprias palavras) e transferir o desfile para a sua própria casa, uma mansão branca no Jardim Europa (SP). O jardim era o ponto central do desfile, de onde também saiu a rosa ("única flor colorida do meu jardim", dizia Tufi, no final do desfile), tema da coleção, que apareceu tanto no verso da música de Cartola, "As Rosas não Falam", inscrito no release para a imprensa, quanto nas estampas estilizadas de Paulo Von Poser vistas em alguns dos muitos vestidos com babados na gola e nos decotes profundos das costas de muitas peças. "A roupa é sensual. Meu jeito de fazer roupa é esse", resumia.

As peças transpiravam esta sensualidade e faziam citações quase literais às grandes maisons como Chanel (as botas compridas de couro, vistas até em "O Diabo Veste Prada") e Lanvin, comprometendo a originalidade de design de vestidos que se repetiam na fórmula de grandes aplicações de rosas, caimento molenga, gola alta, combinação de preto e branco, pantalonas de cintura alta. No final, um grande embrulho de papel celofane vinha com uma "modelo-rosa vermelha" dentro, provocando, contradizendo o clima chique e elegante passado por toda a ambientação.

Foram o cenário e o clima da performance, sem dúvidas, as grandes atrações do desfile. Bufê do grupo Fasano, com frutas vermelhas, figos em colherzinhas e tacinhas de queijo parmesão, champanhe rosé (tudo bem, não era Moët, como nos backstages dos desfiles internacionais, mas Chandon), o belo jardim com piscina, as obras de arte dentro da casa (artistas brasileiros importantes como Beatriz Milhazes, Leonilson e Marepe fazem parte da coleção que Tufi exibe na sala, também transformada em passarela). Para completar, muitas clientes vestindo as roupas da marca davam ares de "jet set" internacional à "reunião intimista" de Tufi Duek, para cerca de 400 pessoas. No final, o estilista recebeu a imprensa - histérica com várias câmeras de televisão, como em poucos desfiles se vê - em um de seus quartos, na parte de cima da residência.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa