Topo

Moda

Melk Z-da faz coleção de estranhamentos e bordados

Alexandre Schneider/UOL
A top Carol Pantoliano desfila look de Melk Z-da, que mostrou coleção inspirada na noiva-cadáver Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Enviada especial ao Rio de Janeiro

08/01/2008 21h07

O jovem estilista pernambucano Melk Z-da tem talento para misturar o artesanal ao contemporâneo na moda. Na coleção para o Inverno 2008, a dobradinha se repetiu algumas vezes de maneira não tão harmônica. Inspirado pelos casamentos desfeitos e pela personagem da noiva-cadáver, o estilista criou vestidos com base de tecidos bordados de flores com tules e tecidos transparentes sobrepostos. A base do tecido mais grosso, que lembrava o de tapeçaria, nem sempre dialogava com a sobreposição. Os tecidos brilhantes e amassados, manchados, apareceram em calças mais soltas e tops e criavam volumes que, com a modelagem, criavam imagens que causavam certo estranhamento. Quando os modelos ficam mais leves, sem sobreposições, numa peça só, revelando os vazados e/ou bordados, a coleção fica mais interessante.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!