Universa

Iraniano apanha de suas quatro mulheres no tribunal

da Ansa, no Irã

18/10/2006 14h38

TEERÃ, 18 OUT (ANSA) - Um iraniano de 47 anos apanhou de suas quatro esposas em um Tribunal de Teerã, pois nenhuma das mulheres sabia da existência das outras.

Na República Islâmica, a lei permite que um homem tenha até quatro esposas ao mesmo tempo (além da quantidade indefinida de concubinas, graças aos casamentos temporários, o "sigheh"), mas prevê a permissão das esposas precedentes.

O fato, conforme descreveu hoje o jornal Rouzgar, ocorreu quando a primeira mulher percebeu que algo estava estranho, diferente e investigou as outras três. As quatro se uniram e denunciaram o marido.

A poligamia não é muito difundida no Irã atual por motivos econômicos e pela rejeição de muitas mulheres, mas é comum homens se casarem com uma segunda mulher sem que a primeira saiba.

Neste caso, o homem, Said, teve dois filhos com sua primeira esposa, quatro com a segunda, e um com a terceira, e segundo disse ao juiz, utilizou documentos falsos para oficializar as uniões.

Nos tribunais, o iraniano se apresentou como uma vítima, lamentando a agressão sofrida e pedindo o divórcio de suas quatro mulheres para poder se casar com uma quinta. (ANSA)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa

Topo