menu
Topo

Moda

Modelos sorriem na passarela despretensiosa e anos 20 de Sonia Rykiel

Reuters
Desfile de Sonia Rykiel hoje (06) em Paris Imagem: Reuters

CAROLINA VASONE<br>Enviada especial a Paris

06/10/2006 18h18

A tenda preta montada nos Jardins de Tulieries lembrava uma das maiores salas de desfiles do São Paulo Fashion Week. Só que ainda maior e entupida de gente pronta para assistir à apresentação da coleção Primavera/Verão 2007 da grife francesa Sonia Rykiel.

Sem loja no Brasil, a marca, que vende em Milão, na Austrália, no Japão e, claro, na França, mostrou coleção despretensiosa, com uma atitude raríssima na passarela: as modelos desfilavam sorrindo.

As brasileiras Caroline Trentine e Bruna Tenório integravam o time de beldades que, muito jovens, revelavam-se meninas (a atitude exigida é sempre muito mais "mulher" do que elas realmente são) ao abrirem largos sorrisos para os fotógrafos.

Os vestidos, primeiro muitos listrados em preto e branco, em malha, depois em tons de pele, todos mais larguinhos e curtos, propunham um verão sem grandes ambições fashion de mudar o mundo com o guarda-roupa, mas sim aproveitar a vida num leve, confortável e sexy vestidinho. No final do desfile, a música dava o tom da coleção. Ao som de "I?m Every Woman" rimeiro, as modelos aparecem todas com o mesmo vestido tomara-que-caia em tricô (a marca já foi considerada a "rainha do tricô") em cores diferentes, com estampa de carinhas femininas estilizadas.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!