menu
Topo

Diversidade

Suíça nega nacionalidade a casal por desrespeito à igualdade de gênero

iStock
Imagem: iStock

Da EFE, em Genebra

18/08/2018 12h07

A Suíça negou nacionalidade a um casal de muçulmanos por rejeitar dar as mãos aos funcionários do sexo contrário que lhes entrevistava para avaliar a integração do mesmo ao país, publicaram neste sábado os veículos de imprensa locais.

O argumento das autoridades é que o casal, cuja nacionalidade não foi revelada, e que mostrava claros sinais externos de sua confissão muçulmana, não se integrou na sociedade suíça.

Veja também


Um dos exemplos é o fato de o casal ter negado apertar as mãos de entrevistadores do sexo oposto que deveriam examinar a integração no país e o respeito às leis e convenções suíças.

De fato, o casal também teve problemas para responder às perguntas realizadas pelos funcionários do sexo contrário.

As autoridades sublinharam que a solicitação de nacionalidade não foi denegada com base na religião, mas pela falta de respeito à igualdade de gênero.

"A Constituição e a igualdade entre homens e mulheres prevalece sobre a intolerância", afirmou um dos membros da comissão que entrevistou o casal, Pierre-Antoine Hilbrand.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!