menu
Topo

Universa

Duques de Sussex inauguram exposição em Londres sobre Nelson Mandela

Getty Images
Harry e Meghan durante o evento desta terça-feira (17) Imagem: Getty Images

Da EFE, em Londres

17/07/2018 12h56

Os duques de Sussex inauguraram nesta terça-feira (17) em Londres a exposição "Nelson Mandela Centenary Exhibition", uma mostra que celebra os cem anos do nascimento do ex-presidente da África do Sul, falecido em 2013.

O príncipe Harry e sua esposa, Meghan, visitaram a exposição, no Southbank Centre da capital britânica, às margens do rio Tâmisa, onde se encontraram com uma das netas do líder, Zamaswazi Dlamini-Mandela.

Veja também: 

A família real britânica chegou a manter uma estreita relação com Mandela, que, segundo revelou sua filha Zindi, chamava a rainha Elizabeth II de "Lizzie".

Não é a primeira vez que o filho mais novo do príncipe Charles da princesa Diana comparece a um ato relacionado ao líder sul-africano.

Em 2008, Harry visitou a cela de Robben Island onde Mandela passou 18 dos seus 27 anos na prisão e em 2015 visitou seus escritórios e conheceu sua viúva, Graça Machel.

O diretor da exposição londrina, Lord Hain, disse hoje na inauguração que "Londres foi o centro da luta 'antiapartheid'" porque foi na capital britânica que o "íntimo companheiro de Mandela, Oliver Tambo, viveu e liderou a luta mundial".

A mostra, que ficará aberta até o dia 19 de agosto, percorre a vida do prêmio Nobel da Paz desde a sua época de ativista até se tornar o primeiro presidente da democracia multirracial sul-africana (1994-1999).

Nesta quarta-feira (18) será lembrado o centenário do nascimento de Nelson Mandela, que faleceu no dia 5 de dezembro de 2013, aos 95 anos.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa