menu
Topo

Beleza

Startups oferecem cremes faciais criados especialmente para você

iStock
Não é que os médicos escolham produtos que funcionem para você – a marca os produz especificamente, com ingredientes sob medida Imagem: iStock

Adam Hurly

Da Bloomberg

05/12/2018 17h42

É difícil para você, como leigo, saber quais produtos e ingredientes são melhores. Além disso, muitas variáveis influenciam a saúde de sua pele, da dieta à qualidade da água, e os produtos genéricos não estão adaptados a esses fatores precisos. Além do mais, dermatologistas são caros e podem ser intimidantes.

A mais nova ideia em produtos de beleza por correspondência tenta resolver todos esses problemas de uma maneira nova: algumas startups oferecem aos consumidores a possibilidade de responder a um questionário digital sobre cuidados com a pele e fazer uma consulta com um dermatologista para receber um tratamento personalizado. 

Veja também

Não é que os médicos escolham produtos que funcionem para você – a marca os produz especificamente para você, com ingredientes sob medida. 

Portanto, se os sinais de envelhecimento forem sua principal preocupação, eles aumentam a dose de retinóides para reverter e prevenir rugas, linhas finas, manchas solares e acne. Ou, se a sua pele for hipersensível e irritável, o algoritmo busca detalhes: isso diz ao médico quais ingredientes devem ser receitados em seu coquetel de cuidados com a pele.

Duas empresas assumiram a liderança: a Curology, cofundada e dirigida pelo Dr. David Lortscher, levantou US$ 18,8 milhões de firmas como Forerunner Ventures, Sherpa Capital, 137 Ventures e Advance Venture Partners.

O objetivo de Lortscher era criar um negócio que reduzisse as grandes margens farmacêuticas e eliminasse obstáculos econômicos para ingredientes altamente eficazes, como a tretinoína, um tipo de retinol que reverte sinais da idade e é vendido apenas por prescrição médica. Os conjuntos para dois meses de cuidados com a pele da Curology – com um produto de limpeza, um hidratante e um creme noturno personalizado – custam a partir de US$ 60, ou você pode optar apenas pelo creme personalizado, por US$ 20 por mês.

Tem também a Proven, que levantou US$ 150.000 em financiamento inicial neste ano e é apoiada por Y Combinator, Social Capital, Soma Capital e outras. As fundadoras Ming Zhao e Amy Yuan construíram primeiro um banco de dados patenteado de cuidados com a pele que engloba mais de 4.000 artigos de pesquisa e mais de 8 milhões de avaliações de consumidores sobre mais de 100.000 produtos de beleza e 20.000 ingredientes. Este banco de dados, o Projeto do Genoma da Pele, é a base do questionário da Proven, que usa inteligência artificial.

Os conjuntos para dois meses de cuidados com a pele da Proven custam US$ 145 e incluem três produtos personalizados (produto de limpeza, hidratante e creme noturno).

Mas eu quis uma segunda opinião – a de um dermatologista – sobre os benefícios e desvantagens gerais desses serviços para o consumidor. "Eles podem ser úteis para pessoas com acne leve ou que queiram melhorar ou otimizar seu regime antienvelhecimento", disse a Dra. Carly Roman, da revista Modern Dermatology, em Seattle.

"A praticidade de buscar recomendações em casa é a maior vantagem. No entanto, se você tiver acne grave ou preocupações mais complicadas, esses serviços não substituem uma avaliação presencial feita por um dermatologista." Seu médico também pode receitar os principais ingredientes, acrescentou ela. "As prescrições [médicas] normalmente têm uma porcentagem maior do ingrediente ativo, e esse dermatologista pode discutir ainda mais opções adicionais, como medicamentos orais, peelings químicos ou o uso de dispositivos a laser."