menu
Topo

Fofuras

Millennials gastarão o dobro com presentes de Natal para pets, diz pesquisa

iStock Images
Jovens gastarão cerca de R$ 680 em presentes de Natal, contra R$ 250 do consumidor de outras faixas etárias Imagem: iStock Images

16/11/2018 18h21

Os millennials amam seus animais de estimação, e esse amor aparecerá nas faturas de cartão de crédito deles no fim do ano.

A tão comentada geração de consumidores, conhecida por preferências capazes de revolucionar setores, gastará bastante com seus bichos de estimação nesta temporada de fim de ano -- mais que o dobro do que deverão desembolsar os consumidores em geral, segundo relatório da PwC.

Veja também:

As famílias de millennials que ganham R$ 261 mil ou mais por ano serão as que mais gastarão, destinando uma média de R$ 680 a presentes de Natal neste fim de ano, contra um gasto de R$ 250 dos consumidores em geral, segundo a PwC. Os millennials com altos salários, que se sentem otimistas em relação à economia, gastarão uma média de R$ 7,4 mil com todos os presentes nas festas de fim de ano -- inclusive para humanos.

Os gastos de fim de ano ocorrem em um momento em que os donos estão cada vez mais tratando seus animais como integrantes da família -- tendência conhecida como "humanização" --, ampliando assim os gastos com alimentos de alto padrão e brinquedos.

Erva gateira

"É o mesmo tipo de alegria que se tem ao levar para casa um presente para uma criança pequena", disse Lori Kogan, psicóloga e professora de ciências clínicas da Universidade Estadual do Colorado.

As lojas de produtos para animais estão tentando lucrar com a tendência. A Petco está lançando produtos voltados a consumidores que buscam presentes e já colocou nas prateleiras meias com temática natalina e do Hanukkah, brinquedos e guloseimas. A empresa está preparando também sua mais recente marca de vestuário para cães, a "Reddy", voltada aos consumidores millennials, segundo o diretor de merchandising, Alex Tomey.

"Os consumidores millennials são fanáticos por seus animais de estimação", disse Tomey.

Christopher Rivera, 32, é um exemplo claro. Rivera -- que trabalha em uma Unleashed by Petco, uma loja em formato pequeno em Upper East Side, Manhattan -- disse que já comprou um apontador laser para sua gata de 19 anos, Ajani. Com a proximidade das festas de fim de ano, ele, que nasceu no Bronx, agora avalia o que mais pode colocar debaixo da árvore.

"Eu vou simplesmente dar algumas guloseimas extras a ela, talvez uma dessas árvores de Natal com erva gateira", disse, ressaltando que sua gata tem "a mesma prioridade" que amigos e familiares no que diz respeito aos presentes de Natal. "Minha gata é de minha responsabilidade; ela é uma eterna criança."