Moda

Moda urbana tem seu momento em leilão de US$ 1 mi da Supreme

Divulgação
Imagem: Divulgação

Kim Bhasin

da Bloomberg

20/05/2018 10h52

Tendo começado como uma pequena loja de skate em Nova York, a Supreme se transformou em fenômeno do luxo internacional. O logotipo em forma de caixa vermelha e branca se tornou um dos símbolos mais cobiçados da moda, seja na parte da frente de uma camiseta branca lisa, seja estampado na lateral de uma motocicleta em miniatura.

De fato, há quem argumente que o sucesso da Supreme anuncia o retorno generalizado da moda dos logotipos.

A marca provou seu poder na quarta-feira em um leilão em Paris intitulado C.R.E.A.M. (sigla de "Cash Rules Everything Around Me", ou "o dinheiro comanda tudo ao meu redor"), em alusão ao single de 1993 do Wu-Tang Clan. O evento gerou 850.681 euros (US$ 1 milhão) em vendas.

Veja também

Os 145 lotes tinham estimativas de preço que variavam de 200 euros a 100.000 euros, permitindo que os colecionadores arrematassem itens raros perdidos na primeira oportunidade. A Supreme conserva o brilho mantendo os produtos impiedosamente exclusivos.

Todas as coleções são de edição limitada e lançadas a conta-gotas, gerando filas enormes sempre que chegam novos produtos às prateleiras das lojas. Os amantes da moda urbana se renderam à badalação.

E os investidores também. Em 2017, o Carlyle Group, uma das maiores firmas de private equity do mundo, comprou uma participação de 50 por cento na Supreme por US$ 500 milhões, o que avaliou a empresa em US$ 1 bilhão. Com a injeção pesada de capital, a Supreme agora mira uma expansão no exterior em uma campanha para se transformar em uma marca de luxo mais global.

A casa de leilões francesa Artcurial realizou o evento em sua sede de Paris e simultaneamente pela internet, por meio de seu website. Fabien Naudan, vice-presidente do conselho da casa de leilões, passou três anos reunindo peças da Supreme de várias coleções particulares para o leilão, que teve como tema a cultura de rua de Nova York.

Alguns itens que não eram da Supreme foram misturados, como esculturas do artista de rua Kaws e gravuras de Todd James. Naudan planeja realizar uma série de leilões em outras cidades dedicados aos ambientes underground únicos de cada uma.

Fundada por James Jebbia em 1994, a Supreme é famosa pela propensão em colocar seu nome em todo tipo de coisas estranhas (certa vez vendeu um tijolo Supreme; sim, um tijolo), de forma que havia muitas esquisitices decorativas para leiloar. A receita final duplicou a estimativa global pré-venda, com 94 por cento dos lotes vendidos.

Um saco de pancadas produzido em colaboração com a marca de boxe Everlast foi arrematado por 20.150 euros. Um par de luvas de boxe saiu por 8.450 euros.

Entre as demais colaborações da Supreme no leilão havia uma guitarra Fender Stratocaster (5.200 euros), uma cadeira Coleman (3.250 euros) e um canivete da Buck Knives (2.080 euros). Uma placa pintada de 90x30 centímetros foi vendida por 54.600 euros, impressionantes oito vezes mais do que a estimativa de 7.000 euros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Ana Aoun
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
EFE
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Ana Aoun
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
EFE
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Topo