menu
Topo

Universa

Ovos vaginais: por que Gwyneth Paltrow foi multada por fazer propaganda

GETTY IMAGES
Gwyneth Paltrow Imagem: GETTY IMAGES

Da BBC

07/09/2018 17h06

De banhos de vapor vaginais até saunas com raios infravermelhos: o Goop, site de tendências criado pela atriz Gwyneth Paltrow, é conhecido por popularizar terapias de bem-estar femininas com a mesma frequência com que cria polêmicas.

A mais nova controvérsia são os ovos vaginais de pedras e cristais, como quartzo e jade, cujos supostos benefícios, segundo especialistas médicos, não têm embasamento científico. Seu uso pode até ser perigoso para a saúde.

Veja também

A força-tarefa fiscalizadora California Food, Drug, and Medical Device fez a denúncia alegando ser uma medida necessária para proteger o consumidor.

A empresa foi acusada de fazer afirmações infundadas sobre os benefícios para a saúde destes ovos ao introduzí-los na vagina - alguns deles são vendidos a US$ 66 (R$ 273,5) por unidade.

A Goop anunciava os ovos de jade e quartzo como bons produtos para equilibrar os hormônios, regular o ciclo menstrual, prevenir o prolapso uterino e aumentar o controle da bexiga, segundo informou o promotor Tony Rackauckas, do distrito de Orange County, na Califórnia, onde fica a sede da companhia.

"É importante responsabilizar as empresas por informações infundadas, especialmente quando essas mensagens têm potencial de afetar a saúde de mulheres."

Os riscos de introduzir ovos de pedra em sua vagina

Jen Gunter é uma conhecida ginecologista de San Francisco, especialista em saúde vaginal e escritora. Ela critica abertamente na mídia e nas redes sociais muitos anúncios feitos por celebridades a respeito de saúde íntima feminina.

Entre os riscos dos ovos vaginais, a médica destacou no Twitter: "Você está colocando dentro de você uma pedra porosa, não silicone médico, e bactérias podem estar alojadas nestes furos".

Ela também diz que para fortalecer o assoalho pélvico da vagina é melhor fazer exercícios musculares. Segundo Gunter, dormir ou caminhar com esse peso dentro de si não é uma solução e pode causar danos.

Como parte do acordo legal, a Goop foi proibida de fazer afirmações sobre a eficácia de seus produtos sem ter evidências científicas confiáveis.

Além disso, deve devolver o dinheiro de consumidores que tenham comprado os ovos caso eles peçam isso.

Segundo a agência Bloomberg, a empresa não está de acordo com a posição da promotoria, mas quis solucionar a disputa rapidamente e, por isso, fez o acordo.

Na seção de saúde sexual do site, ainda é possível ver um artigo sobre os "ovos de jade para a vagina".

Baseado em uma entrevista com Shiva Rose, descrita como uma guru de beleza, o texto recomenda os ovos por seu "poder de limpar" e por uma "desintoxicação espiritual".

"Os ovos de jade podem cultivar energia sexual, limpar os caminhos do chi no corpo, intensificar a feminilidade e energizar nossa força vital", garante Rose.

Mas, no final, a página alerta que as opiniões expressadas são do autor e não do site, e devem ser usadas apenas como referências.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa